Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.717,94
    -517,82 (-0,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.445,22
    +637,01 (+1,33%)
     
  • PETROLEO CRU

    94,26
    +2,33 (+2,53%)
     
  • OURO

    1.803,50
    -10,20 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    24.113,78
    +426,21 (+1,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    571,80
    -2,94 (-0,51%)
     
  • S&P500

    4.207,27
    -2,97 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    33.336,67
    +27,16 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.465,91
    -41,20 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    20.082,43
    +471,59 (+2,40%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.335,00
    -57,00 (-0,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3238
    +0,0774 (+1,48%)
     

Novo canal permite denunciar empresas de telemarketing abusivo; veja como

Ministério da Justiça e Anatel tomaram uma série de medidas, neste ano, para barrar o telemarketing abusivo
Ministério da Justiça e Anatel tomaram uma série de medidas, neste ano, para barrar o telemarketing abusivo

(Getty Images)

  • Ministério da Justiça cria canal para cidadãos denunciarem empresas de telemarketing abusivo;

  • Objetivo é impedir que as pessoas continuem sendo incomodadas com constantes ligações;

  • Formulário online conta com 11 questões.

O Ministério da Justiça criou um canal exclusivo para denunciar empresas que continuam praticando telemarketing abusivo por meio de ligações insistentes. Trata-se de um formulário com 11 perguntas, acessado por meio do endereço denuncia-telemarketing.mj.gov.br.

O cidadão que decidir denunciar deve responder a questões como data da ligação, telefone do telemarketing, se a empresa representa uma terceira e se a pessoa incomodada permitiu receber ligações.

As informações são apuradas pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e encaminhadas aos Procons, para análise e eventual abertura de processo administrativo. Caso condenada, a empresa está sujeita à multa diária de R$ 1 mil, que pode chegar a R$ 13 milhões.

Na última segunda-feira (18), o Ministério da Justiça suspendeu, por tempo indeterminado, ao menos 180 empresas de telemarketing devido à publicidade abusiva. A decisão engloba, principalmente, companhias ligadas a bancos e instituições financeiras.

Providências

Em junho, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) deu fim à gratuidade de ligações com menos de três segundos, permitindo que as operadoras cobrem por chamadas atendidas a partir do primeiro segundo.

A medida visa barrar o crescimento das ‘robocalls’, ligações feitas de forma automática por robôs que, geralmente, desligam pouco tempo depois de o usuário atender.

Além disso, todas as empresas de telemarketing foram obrigadas a adotar o prefixo 0303 em seus números de telefone, de forma que os consumidores consigam identificar quando estão recebendo uma ligação focada em vendas de produtos e serviços. O órgão também publicou medida cautelar em que permite que as operadoras bloqueiem usuários que façam mais de 100 mil chamadas por dia, com duração de três segundos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos