Mercado abrirá em 4 hs

Novidade do Windows 10 vai facilitar bastante a vida de quem usa 2 monitores

Igor Almenara
·2 minuto de leitura

Quem usa um notebook com monitores extras sabe que remanejar janelas pode ser uma tarefa árdua e repetitiva. Para a felicidade desse pessoal, a Microsoft trabalha numa solução para o remanejamento automático de janelas que tanto causa dor de cabeça e pretende lançá-la na próxima atualização do sistema operacional.

No Windows 10, o Rapid Hot Plug Detect (Rapido HPD) é um mecanismo especialmente construído para remanejar janelas quando algum monitor é desconectado. Sua função é evitar que uma janela seja perdida numa tela não mais disponível até que o usuário a resgate — o que demanda certo tempo de usuários menos familiarizados com o sistema.

Em notebooks, por sua vez, o Rapid Hot Plug Detect tem uma consequência excepcional: quando o notebook é desligado, o mecanismo sinaliza que os monitores secundários foram desconectados, movendo todas as janelas para a tela principal.

Janelas foram remanejadas na esquerda; na direita, a correção soluciona o problema. (Imagem: Reprodução/Microsoft)
Janelas foram remanejadas na esquerda; na direita, a correção soluciona o problema. (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Encarar esse trabalho manual diariamente pode gerar cansaço, especialmente quando é preciso finalizar tarefas rapidamente ou quando não há um mouse disponível para arrastar as janelas. Para prevenir esse efeito, a Microsoft introduziu uma solução no seu programa de acesso antecipado e, ainda este ano, também será encaminhada para a versão final.

A novidade é sutil e, na prática, só pode ser experimentada por usuários com notebook. A atualização que inaugura o reparo é a versão 21287 do programa Windows Insider. Logicamente, é uma fase de testes, portanto o sistema pode apresentar erros ou bugs com mais frequência — inclusive, comportamento inesperado do Rapid HPD.

Para a versão estável do Windows 10, o novo comportamento do gerenciador de janelas está previsto para chegar em outubro. A participação no programa de acesso antecipado no Windows é gratuita e, se não quiser esperar, você pode se inscrever no projeto e fazer o download das atualizações no computador para ver a ferramenta em ação.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: