Mercado abrirá em 5 h 2 min
  • BOVESPA

    113.583,01
    +300,34 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.598,53
    +492,82 (+0,96%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,09
    +0,64 (+0,85%)
     
  • OURO

    1.743,30
    -8,70 (-0,50%)
     
  • BTC-USD

    41.723,34
    -2.061,64 (-4,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.034,47
    -67,05 (-6,09%)
     
  • S&P500

    4.443,11
    -12,37 (-0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.869,37
    +71,37 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.033,95
    -29,45 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    24.507,52
    +298,74 (+1,23%)
     
  • NIKKEI

    30.183,96
    -56,10 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    15.002,25
    -192,50 (-1,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2839
    -0,0229 (-0,36%)
     

Novavax inicia testes clínicos de vacina que imuniza contra gripe e COVID-19

·1 minuto de leitura

A farmacêutica Novavax anunciou nesta quarta-feira (8) que dará início a um novo estudo para avaliar uma vacina contra duas doenças de uma só vez: a gripe comum e a COVID-19. A mistura seria especialmente útil se for confirmado o cenário de reforço anual da vacinação contra o coronavírus SARS-CoV-2.

As pesquisas terão início na Austrália, com um total de 640 adultos. A idade dos participantes varia entre 50 e 70 anos, e serão selecionados apenas aqueles que já tiverem se vacinado contra a COVID-19 ou contraído a doença previamente.

Os voluntários receberão uma combinação do imunizante da empresa contra a COVID-19, o NVX-CoV2373, e da vacina contra influenza criada pela Novavax, chamada Nanoflu.

Novavax trabalha com a perspectiva de que imunização contra COVID-19 será recorrente (Imagem: Pressmaster/Envato Elements)
Novavax trabalha com a perspectiva de que imunização contra COVID-19 será recorrente (Imagem: Pressmaster/Envato Elements)

Até o momento, a vacina da Novavax contra COVID-19 não tem sido utilizada em grande escala, apesar de se mostrar promissora. Em testes clínicos de fase 3, a empresa já anunciou eficácia de 90%. A companhia aposta em uma tecnologia diferente das que já estão em amplo uso contra a doença, utilizando subpartículas proteicas, que apresentam a proteína S ao sistema imune.

A empresa tem boas perspectivas para a vacina dupla. A combinação já demonstrou bom potencial nas etapas pré-clínicas, que basearam o avanço dos estudos para os participantes humanos.

A Novavax já havia afirmado ainda em maio deste ano que tem a perspectiva de que a combinação da NVX-CoV2373 e da Nanoflu seja crucial para o futuro, para evitar novos surtos, proteger contra novas variantes, além de ser mais eficiente para sistemas de saúde pelo mundo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos