Mercado abrirá em 8 h 59 min
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,91
    +0,93 (+1,26%)
     
  • OURO

    1.759,00
    +7,30 (+0,42%)
     
  • BTC-USD

    44.048,71
    +1.836,71 (+4,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.098,69
    -4,37 (-0,40%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.297,26
    +105,10 (+0,43%)
     
  • NIKKEI

    30.283,10
    +34,29 (+0,11%)
     
  • NASDAQ

    15.368,25
    +49,50 (+0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2570
    +0,0014 (+0,02%)
     

Nova Zelândia planeja nova estratégia após avanço da variante delta da covid-19

·2 minuto de leitura
Estrada de Wellington, Nova Zelândia, vazia devido ao confinamento contra a covid-19

A Nova Zelândia reconheceu, neste domingo (22), que sua ambiciosa estratégia de "zero covid" pode não ser mais viável, devido ao avanço da propagação da contagiosa variante delta do coronavírus.

O ministro encarregado da resposta à covid-19, Chris Hipkins, informou outros 21 casos em um foco de contágio que surgiu na semana passada em Auckland, depois de seis meses sem infecções locais, o que provocou um confinamento nacional.

Hipkins disse que a natureza transmissível da variante delta a torna mais difícil de conter, o que gera questionamentos sobre a estratégia de eliminação total do vírus.

"A escala do risco de contágio e a velocidade com a qual o vírus se espalha é algo que, mesmo com o melhor preparo do mundo, deixou o nosso sistema de saúde em apuros", disse a rede TVNZ.

A elogiada estratégia da Nova Zelândia contra a covid-19, que resultou em apenas 26 mortes entre uma população de cinco milhões, se concentra na eliminação do vírus da comunidade por meio de rigorosos controles de fronteiras e confinamentos totais quando casos são detectados.

No entanto, o surgimento da variante delta obriga o país a remanejar a estratégia.

A delta "não se parece com nada que já enfrentamos antes nesta pandemia", admitiu Hipkins.

"Muda tudo, significa que todo o nosso preparo existente é menos adequado e surgem grandes dúvidas sobre nossos planos de longo prazo", acrescentou o ministro.

A vizinha Austrália também seguiu uma estratégia de "zero covid" e a propagação da variante delta gerou frustração entre as autoridades.

O surto na Nova Zelândia chamou a atenção para a lenta campanha de vacinação no país, onde só 20% da população está totalmente vacinada.

"A complacência e incapacidade do governo de garantir e entregar a vacina nos deixou expostos, completamente vulneráveis à variante delta", reclamou Chris Bishop, porta-voz do opositor Partido Nacional.

Hipkins insistiu que a eliminação do vírus ainda é a prioridade diante do surto atual, que acumula 71 casos ativos.

O confinamento nacional deve terminar na terça-feira à noite, embora o ministro tenha afirmado que Auckland poderia ter restrições extras, mesmo que a medida seja levantada em outros lugares.

ns/hr/mtp/mas/ll/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos