Mercado abrirá em 5 hs
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,49
    +1,00 (+1,42%)
     
  • OURO

    1.780,10
    +1,90 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    42.604,55
    -675,09 (-1,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.061,44
    -2,41 (-0,23%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    7.042,82
    +61,84 (+0,89%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.061,25
    +37,25 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1771
    -0,0020 (-0,03%)
     

Nova York exigirá vacina da COVID para entrada em restaurantes e academias

·2 minuto de leitura

Para ampliar a vacinação contra a COVID-19 e evitar novos surtos causados pela variante Delta (B.1.671.2) do coronavírus SARS-CoV-2, a cidade de Nova York passará a exigir um certificado de vacinação para a entrada em estabelecimentos comerciais. Anunciada na terça-feira (2), a medida valerá para todos ambientes fechados, como restaurantes, academias, cinemas e teatros.

“Se você não for vacinado, infelizmente, não poderá participar de muitas coisas”, afirmou o prefeito da cidade, Bill de Blasio, durante o anúncio. "Se você quer participar plenamente de nossa sociedade, precisa ser vacinado", completou de Blasio. A medida deve em vigor nas próximas semanas, mas ainda não foi detalhado como as comprovações poderão ocorrer.

Comprovante de vacinação será obrigatório para a entrada em estabelecimentos comerciais de Nova York (Imagem: Reprodução/Serhiibobyk/Envato)
Comprovante de vacinação será obrigatório para a entrada em estabelecimentos comerciais de Nova York (Imagem: Reprodução/Serhiibobyk/Envato)

Anteriormente, os teatros da Broadway já anunciaram que exigiriam certificados de vacinação tanto do público quanto da equipe, como técnicos e atores. Segundo os representantes da companhia, a medida deveria valer, inicialmente, até o mês de outubro. Agora, devem seguir as orientações da prefeitura.

Até o momento, cerca de 55% dos moradores de Nova York estão totalmente vacinados contra a COVID-19 (duas doses ou imunizante de dose única). Só que a vacinação ocorre de forma desigual pela cidade, já que dois terços (mais de 33%) de Manhattan estão totalmente vacinados, enquanto a taxa cai para 46% entre os residentes do Bronx. Por outro lado, o número geral de Nova York é maior que a taxa total de vacinação nos Estados Unidos.

Na última quinta-feira (29), o presidente do país, Joe Biden, alertou para o aumento do número de casos da COVID-19 como uma "pandemia de não vacinados". Na ocasião, Biden afirmou que cerca de 90 milhões de pessoas são elegíveis para receber a vacina, mas ainda não foram imunizadas. No país todo, apenas 49,3% da população está totalmente imunizada, segundo dados da plataforma Our World in Data.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos