Mercado fechará em 6 h 48 min
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,32
    -0,29 (-0,40%)
     
  • OURO

    1.752,50
    -4,20 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    47.374,16
    -729,50 (-1,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.202,17
    -31,12 (-2,52%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.039,84
    +12,36 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.510,25
    -7,50 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2296
    +0,0448 (+0,72%)
     

Nova técnica pode rejuvenescer células e deixar idosos mais resistentes à COVID

·2 minuto de leitura

Uma equipe de cientistas do Instituto de Tecnologia Technion-Israel descobriu uma maneira de everter o envelhecimento natural das células do sistema imunológico, o que pode tornar os idosos mais resistentes à COVID-19.

Os pesquisadores identificaram a via molecular que o corpo humano usa para criar células B, que o sistema imunológico usa para identificar e produzir anticorpos contra novos patógenos. Normalmente, o corpo reduz a produção de células B com o passar do tempo, mas suprimir um determinado hormônio pode desencadear a produção. Embora a equipe ainda precise realizar testes clínicos, seu trabalho aponta para um futuro no qual os idosos possam lutar contra os patógenos tão bem quanto os mais jovens.

Nova técnica pode rejuvenescer células e deixar idosos mais resistentes à COVID-19 (Imagem: JD Mason / Unsplash)
Nova técnica pode rejuvenescer células e deixar idosos mais resistentes à COVID-19 (Imagem: JD Mason / Unsplash)

Normalmente, as células B vivem pouco tempo antes de morrer e são convertidas em células B de memória de longa duração (MBC), que o sistema imunológico usa como uma espécie de registro de infecções anteriores. Se uma célula B morrer antes de se tornar um MBC, ela será substituída por uma nova. Mas o estudo informa que essa produção de células é interrompida quando há mais MBCs ocupando espaço, tornando mais difícil para o sistema imunológico de uma pessoa mais velha aprender a se defender de novos patógenos como o coronavírus.

A fim de encontrar uma maneira de enganar o corpo e fazê-lo produzir novas células B, os pesquisadores investigaram uma das maneiras pelas quais o corpo reabastece naturalmente seu suprimento. A equipe identificou os hormônios específicos que interromperam a produção de células B novamente e percebeu que a desativação do hormônio resulta na produção de células B extras. A ideia, no futuro, é transformar esse truque hormonal em um novo tratamento rejuvenescedor para os idosos e imunocomprometidos. O estudo completo pode ser acessado aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos