Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    50.799,20
    +3.162,49 (+6,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,51 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

Nova presidente da OMC será nomeada na segunda-feira

·1 minuto de leitura
Ngozi Okonjo-Iweala é ex-ministra das Relações Exteriores e ministra das Finanças da Nigéria

A nigeriana Ngozi Okonjo Iweala deve, sem surpresa, ser nomeada para chefiar a Organização Mundial do Comércio (OMC) na segunda-feira (15), tornando-se a primeira mulher e a primeira africana no cargo, depois de receber o tão esperado apoio do governo do novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

Após vários meses de paralisia, a administração Biden levantou em 5 de fevereiro o principal obstáculo à nomeação de Ngozi Okonjo Iweala como presidente da OMC, oferecendo "seu apoio contínuo” à candidatura nigeriana.

Poucas horas antes, a única outra candidata ainda na disputa, a ministra do Comércio sul-coreana Yoo Myung Hee, havia anunciado sua retirada após consultar os Estados Unidos que, sob o governo Trump, eram seu principal defensor.

O processo de nomeação do sucessor do brasileiro Roberto Azevedo, que deixou o cargo um ano antes do término de seu mandato por questões familiares, estava estagnado desde o final do ano passado.

O comitê de sucessão da OMC anunciou em 28 de outubro que a candidata mais adequada para um consenso era a nigeriana.

Porém, a Casa Branca de Donald Trump bloqueou seu caminho, preferindo Yoo, argumentando que ela tinha mais experiência.

apo/nl/esp/mab/mb/ic/mvv