Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.557,67
    +698,80 (+0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.918,28
    +312,72 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,86
    -0,19 (-0,26%)
     
  • OURO

    1.786,10
    +1,40 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    50.542,15
    -24,45 (-0,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.308,39
    -12,89 (-0,98%)
     
  • S&P500

    4.686,75
    +95,08 (+2,07%)
     
  • DOW JONES

    35.719,43
    +492,40 (+1,40%)
     
  • FTSE

    7.339,90
    +107,62 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    16.343,50
    +25,50 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3433
    +0,0036 (+0,06%)
     

Nova plataforma do Zoom quer aposentar de vez os eventos presenciais

·2 min de leitura

Com a pandemia, o mundo dos eventos adotou duas vertentes: o cancelamento indefinido das conferências presenciais ou a adaptação ao ambiente virtual. O Zoom aposta na segunda opção ao lançar uma nova plataforma de eventos voltada para transformar os grandes encontros presenciais em coisa do passado. A empresa permitirá aos seus clientes utilizarem o sistema para hospedar conferências em grande escala.

Esse recurso foi testado na própria conferência da companhia, a Zoomtopia 2021, evento online que atraiu 33 mil participantes do mundo inteiro, "espaço" muito maior do que a maioria dos centros de convenções físicos do mundo. Mas não é só em termos de capacidade que o serviço aposta: o Zoom permitirá a execução de até 13 sessões simultâneas para transmitir paineis de grandes eventos e uma duração contínua de cinco dias.

Essas configurações devem ser mais do que suficientes para abarcar quase todas as conferências mundiais, que variam de um a três dias, em média. Além disso, os organizadores ainda poderão fazer upload das informações da sessão e do palestrante em massa, em vez de precisar fazê-lo um a um em cada transmissão. Para ajudar na organização de um megaevento, os organizadores poderão atribuir até 20 coordenadores para gerenciar tudo isso e garantir que nada saia do controle.

Vantagens para os participantes

Para os participantes, a plataforma pretende entregar novos recursos para ajudá-los a participar melhor das conferências virtuais. Será possível, por exemplo, pesquisar por termos específicos para localizar aquela palestra desejada ou usar filtros para exibir apenas o que for do seu interesse. O app promete entregar uma opção para a pessoa criar sua própria agenda de participação ao adicionar apenas as sessões que deseja acompanhar.

Os coordenadores de evento poderão enviar pesquisas de opinião para que o público passa avaliar cada conferência ao término, bem como terão as gravações disponibilizadas na íntegra para analisarem posteriormente os erros e acertos. O Zoom afirma trabalhar em um sistema de analytics para fornecer dados, como audiência de cada painel ou horário de maior acesso, que permitam avaliar o evento de forma panorâmica após a conclusão.

Hoje, a única forma de produzir um evento online de grande porte seria com a criação de várias salas, de forma manual e com perfis distintos, o que exige um trabalho hercúleo para gerenciar tudo isso e um senso de organização incomparável para lidar com tantos links.

O serviço será liberado inicialmente nos Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Irlanda, Nova Zelândia, Canadá e França de forma gratuita e paga. Para o Brasil, Hong Kong, Itália, Holanda, Cingapura, Espanha, Suécia e Suíça, será possível organizar apenas eventos pagos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos