Mercado abrirá em 4 h 38 min
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,53 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,15 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,60
    +0,21 (+0,29%)
     
  • OURO

    1.888,80
    +12,20 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    22.813,62
    -582,36 (-2,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,14
    -12,72 (-2,37%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,89 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.206,16
    -454,31 (-2,10%)
     
  • NIKKEI

    27.693,65
    +184,19 (+0,67%)
     
  • NASDAQ

    12.554,00
    -70,00 (-0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5360
    -0,0025 (-0,05%)
     

Nova Montana chega em duas versões para desbancar a Toro

A Chevrolet finalmente revelou por completo a nova geração da Montana, picape intermediária da marca. Ela chegará ao mercado em duas versões, LTZ e Premier, sem esconder qual a principal rival a ser derrubada. E não apenas pelo preço agressivo, mas também pelo design, bem similar ao da oponente.

Visualmente parecida com a Fiat Toro, a Nova Montana foi desenvolvida para desbancar a concorrente que reina no segmento de comerciais leves junto da Strada, sua “irmã menor”. A picape da montadora italiana ocupa a vice-liderança do setor nas vendas acumuladas entre janeiro e outubro de 2022, enquanto o modelo antigo da GM está apenas no 48º posto.

Uma das principais apostas da GM para emplacar as vendas da Nova Montana está no conjunto mecânico. A picape agora sai de fábrica com o motor 1.2 turbo de série, o mesmo do Tracker. Ele entrega ao condutor 133 cavalos de potência e torque de 21,4 kgfm, que podem trabalhar em conjunto com um câmbio manual ou automático, ambos de 6 velocidades.

Chevrolet Montana renovou identidade visual, mas ficou bem parecida com a Fiat Toro (Imagem: Divulgação/Chevrolet)
Chevrolet Montana renovou identidade visual, mas ficou bem parecida com a Fiat Toro (Imagem: Divulgação/Chevrolet)

De acordo com a General Motors, a nova configuração da central eletrônica permite até três vezes mais variáveis de calibração, garantindo, assim, um funcionamento mais eficiente do conjunto motriz. O resultado também influencia na economia de combustível, com a picape apresentando um consumo de 11,1 km/l na cidade e 13,3 km/l na estrada com gasolina (7,7 km/l e 9,3 km/l com etanol).

“Este conceito inovador da Montana se encaixa perfeitamente nos novos hábitos, valores e necessidades do consumidor, que busca um estilo de vida mais saudável, com melhor harmonia entre o trabalho e o lazer, com mais produtividade e satisfação. Somente um carro tão multifuncional e disruptivo poderia entregar tudo isso com qualidade e prestígio”, diz Santiago Chamorro, presidente da GM América do Sul.

Montana e Toro: separadas no nascimento?

As semelhanças visuais entre a Nova Montana e a Fiat Toro são inegáveis. A grade dianteira, os faróis alongados em LED e até mesmo o local escolhido para abrigar o logo deixam no ar a pergunta: será que as picapes foram separadas no nascimento?

O design da parte traseira das picapes não é tão parecido, mas também apresenta semelhanças. Um dos destaques da Nova Montana, e que pode diferenciar o modelo do da Fiat, é a caçamba chamada de Multi-Flex. Segundo a GM, ela tem capacidade para 874 litros e tem um sistema moderno de vedação para maior proteção contra a entrada de água.

Design traseiro da Nova Montana também é similar ao da Fiat Toro, mas caçamba é o diferencial (Imagem: Divulgação/Chevrolet)
Design traseiro da Nova Montana também é similar ao da Fiat Toro, mas caçamba é o diferencial (Imagem: Divulgação/Chevrolet)

Por dentro, a Nova Montana carrega semelhanças também, mas com um outro modelo campeão de vendas da GM: o Chevrolet Tracker. Assim como o SUV, a picape tem uma central multimídia de 8 polegadas que oferece internet nativa, via Wi-Fi, e atualização remota de software.

O pacote básico disponível na versão LTZ, conta ainda com sistema MyLink integrado ao quadro de instrumentos, OnStar, câmera e sensor de ré, chave com sensor de aproximação e 6 airbags.

Por dentro, Nova Montana apresenta elementos herdados do Tracker (Imagem: Divulgação/Chevrolet)
Por dentro, Nova Montana apresenta elementos herdados do Tracker (Imagem: Divulgação/Chevrolet)

A Nova Montana Premier, topo de linha da picape da Chevrolet, acrescenta ao pacote de acessórios disponível para a LTZ os seguintes itens:

  • ar-condicionado digital automático;

  • alerta de ponto cego;

  • faróis full LED;

  • banco com revestimento premium;

  • carregador sem fio para smartphone.

Nova Montana: Preço e disponibilidade

A Nova Montana já está disponível em pré-venda no site da Chevrolet, mas a previsão de chegada às lojas é apenas para fevereiro de 2023. A versão LTZ, mais simples, custa a partir de R$ 134.490 nas reservas antecipadas, enquanto a Premier, com o pacote completo, começa em R$ 140.490. As cores disponíveis para ambas as versões são as seguintes: Branco Summit (sólida), Verde Safari, Azul Eclipse, Prata, Preto Ouro Negro e Vermelho Chili (metálicas).

Vale lembrar que a Fiat Toro, rival na alça de mira da Nova Montana, é vendida em mais versões que a picape da Chevrolet. Ao todo, são sete variantes, com preços entre R$ 142 mil e R$ 217 mil. As que brigam diretamente com a Nova Montana são as versões Endurance, Freedom e Volcano dotadas com o motor 1.3 Turbo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: