Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.033,91
    -650,08 (-1,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Nova Memória do Google Fotos vai contemplar os entusiastas de arqueologia

·1 minuto de leitura

As coleções do Google Fotos receberam mais um conjunto para lembrar de passeios por ruínas antigas. As Memórias do app, os cartões que aparecem no topo da galeria com destaques selecionados automaticamente, agora reúnem registros arqueológicos de passeios turísticos por prédios antigos.

Desde o início do ano, o Google investe na versatilidade das Memórias e colocou o recurso como uma das principais funções da sua galeria — que já não conta com backup ilimitado na nuvem desde junho de 2021. Alguns dos eventos destacados pelo aplicativo incluem brincadeiras ao ar livre, reuniões com amigos em bares e shows ao vivo, em uma época que aglomerar era permitido e quase sempre saudável.

As memórias exaltam os edifícios antigos registrados na galeria (Imagem: Reprodução/9to5Google)
As memórias exaltam os edifícios antigos registrados na galeria (Imagem: Reprodução/9to5Google)

Como mostra o site 9to5Google, a coleção "Maravilhas Antigas" pode apresentar fotos de ruínas de catedrais, edifícios com arquitetura gótica e pontos turísticos clássicos em um único álbum para relembrar os passeios.

Por se tratar de uma coletânea de formação automática, o usuário não tem nenhum controle sobre quais fotos são adicionadas. A inteligência artificial do aplicativo toma conta do processo sozinha e só mostra o álbum se existir um bom número de capturas.

Não é uma adição inédita, então o Google libera a função gradativamente. Se ainda não apareceu para você, resta apenas esperar — mas é de bom tom conferir se o Google Fotos está instalado na última versão disponível na Play Store e na App Store.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos