Mercado abrirá em 2 h 21 min
  • BOVESPA

    113.707,76
    +195,38 (+0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.734,04
    -67,64 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,34
    +1,23 (+1,40%)
     
  • OURO

    1.783,40
    +6,70 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    23.520,84
    -270,34 (-1,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    559,21
    -13,61 (-2,38%)
     
  • S&P500

    4.274,04
    -31,16 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    33.980,32
    -171,69 (-0,50%)
     
  • FTSE

    7.511,90
    -3,85 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    19.763,91
    -158,54 (-0,80%)
     
  • NIKKEI

    28.942,14
    -280,63 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.511,00
    +17,75 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2544
    -0,0048 (-0,09%)
     

Nova greve de trens no Reino Unido em meio à crise de poder aquisitivo

Cerca de 40.000 ferroviários britânicos estão em greve nesta quarta-feira (26) por salários e empregos, um mês após sua maior greve em 30 anos, no auge da crise do poder aquisitivo no Reino Unido.

Perante o fracasso após três dias de greve histórica no final de junho, o sindicato ferroviário da RMT convocou uma greve de 24 horas, na esperança de obter melhores salários diante da disparada da inflação no país e que pode ultrapassar 11% até o final do ano.

Uma questão candente que o sucessor do primeiro-ministro Boris Johnson, que renunciou em 7 de julho após uma série de escândalos e mentiras, terá que enfrentar. A ministra das Relações Exteriores Liz Truss e o ex-ministro das Finanças Rishi Sunak são os dois finalistas na corrida para sucedê-lo.

Devido à greve, apenas cerca de um em cada cinco trens funcionará nesta quarta-feira, em cerca de metade da rede, com algumas áreas sem trens durante todo o dia. A greve também afeta a circulação dos trens Eurostar, causando cancelamentos e alterações de horários.

Além desta ação, os sindicatos RMT e TSA lançarão greves coordenadas nos dias 18 e 20 de agosto, e a RMT anunciou uma greve no metrô de Londres em 19 de agosto.

O secretário-geral da RMT, Mick Lynch, enfatizou que seus membros do sindicato estão mais determinados do que nunca a obter salários mais altos, segurança no emprego e boas condições de trabalho. Afirmou que o gestor público da Rede Ferroviária não apresentou "nenhuma melhoria em relação à sua oferta salarial anterior".

O ministro dos Transportes, Grant Shapps, atacou os sindicatos, acusando-os de multiplicar greves e ameaças de greve em detrimento de milhares de usuários.

"Temos que fazer mais para impedir que esses sindicatos de extrema esquerda muito militantes perturbem a vida cotidiana das pessoas comuns", enfatizou o ministro nesta quarta-feira no SkyNews.

pau/sba/mab/zm/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos