Mercado fechará em 3 h 23 min

Nova Fiat Strada se torna RAM 700 e chegará a 13 países latinos em 2021

br.info@motor1.com (Leo Fortunatti)
·2 minutos de leitura
RAM 700 (Fiat Strada) 2021
RAM 700 (Fiat Strada) 2021

Picape estará disponível com os motores 1.4 Fire e 1.3 Firefly em três versões

Ao mesmo tempo em que celebra uma liderança em setembro, a Fiat Strada faz as malas para conhecer 13 países da América Latina a partir de 2021. A nova geração da picape se veste de RAM 700 para estes mercados e tem praticamente as mesmas especificações da versão brasileira, inclusive a opção de cabine estendidas e cabine dupla.

A RAM 700 2021 será vendida em três versões: SLT (equivalente a nossa Endurance), Big Horn (Freedom) e Laramie (Volcano), sendo que a de entrada terá a opção de cabine estendida ou dupla, enquanto as demais apenas a dupla. O motor será o 1.4 Fire de 85 cv (apenas a gasolina) para a SLT e Big Horn e o 1.3 Firefly de 99 cv para a Laramie. O mais curioso é ver o Fire sem o logo da Fiat na tampa.

RAM 700 (Fiat Strada) 2021
RAM 700 (Fiat Strada) 2021
RAM 700 (Fiat Strada) 2021
RAM 700 (Fiat Strada) 2021

O pacote de equipamentos é idêntico, inclusive pela oferta de controles de tração e estabilidade em todas as versões como itens de série e o conjunto de faróis em LEDs na Laramie. O sistema multimídia para a Big Horn e Laramie aceita o espelhamento de smartphones sem fio, assim como a direção elétrica está disponível apenas com a motorização 1.3 Firefly. A transmissão é sempre manual de 5 marchas com tração dianteira e o sistema TC+.

RAM 700 (Fiat Strada) 2021
RAM 700 (Fiat Strada) 2021

Visualmente, a maior diferença está nos logos da RAM na traseira, dianteira, rodas e volante, com destaque para uma grade com um visual diferente do encontrado na Strada não apenas pelo logo, mas pelo próprio estilo - algo que deve ser importado por alguns proprietários da Fiat Strada como uma forma de diferenciação.

Veja também

Ainda não se falam em preços para estes mercados. A Fiat agora procura equilibrar a produção da picape em Betim (MG), já que a fila de espera é maior que a capacidade de produção para a picape na planta, além de já enviar para países como a Argentina.