Mercado abrirá em 1 h 49 min

Nova espécie de mamífero é registrada nas colinas do Quênia

Erik Paulussi
·1 minuto de leitura
Pesquisadores encontram novo tipo de hírax, mamífero noturno pouco estudado pela ciência (Foto: Hanna Rosti/Divulgação)
Pesquisadores encontram novo tipo de hírax, mamífero noturno pouco estudado pela ciência (Foto: Hanna Rosti/Divulgação)

Uma nova espécie de mamífero pode ter sido descoberta nas colinas de Taita, no sudeste do Quênia. O estudo, publicado este mês por pesquisadores da Universidade de Helsinque, analisou a vocalização noturna no bioma e acabou encontrando este hírax.

Esta família de mamíferos ainda é pouco conhecida pela ciência. Apesar de serem parecidos com cães das pradarias, já é sabido que eles são parentes distantes de, acredite se quiser, elefantes. Com hábitos noturnos, vivem em copas de árvores e também em formações rochosas.

Leia também

Os hiraxes conseguem produzir sons acima de 100 decibéis por, no mínimo, 12 minutos consecutivos. “Os animais que cantam provavelmente são machos tentando atrais fêmeas que estejam dispostas a acasalar:, explicou a pesquisadora da Universidade de Helsinque, Hanna Rosti, em comunicado.

Alguns desses barulhos ainda não haviam sido descritos em estudos anteriores. As análises sugerem duas populações de espécies diferentes nas colinas Taita: uma menor, muito semelhante à que vive no litoral do Quênia; e outra ainda não associada a nenhuma espécie conhecida.