Mercado abrirá em 9 h 22 min

Nova diretoria do São Paulo quer mudar contrato de Diniz

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
Diniaz ainda está registrado em carteira e pode passar a ter um contrato com direito a aumento salarial (Rubens Chiri/São Paulo)
Diniaz ainda está registrado em carteira e pode passar a ter um contrato com direito a aumento salarial (Rubens Chiri/São Paulo)

Fernando Diniz está prestigiado com os novos dirigentes do São Paulo. Nos últimos dias, o treinador foi procurado para iniciar uma discussão para a mudança na forma de seu vínculo - ele é um dos poucos no país registrados em carteira, sem um contrato de trabalho.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

A ideia do presidente tricolor, Julio Casares, e também de Carlos Belmonte, homem forte do futebol são-paulino, é fazer com que Fernando Diniz passe a estar ligado ao clube por meio de um contrato até o fim de 2021.

Leia também:

Ainda não se chegou a esse nível de discussão, mas a tendência é que, com a mudança, o técnico passaria a ter direito a um aumento salarial, entre outros benefícios, como multa em caso de demissão.

Diniz é, de longe, o treinador com menor salário entre todos aqueles que brigam pelo titulo do Campeonato Brasileiro. Seus vencimentos giram na casa dos R$ 250 mil. Só a título de comparação, Jorge Sampaoli e sua comissão técnica embolsam no Atlético-MG mais de R$ 1,2 milhão por mês.

A verdade é que os novos comandantes do Tricolor entendem que, com ou sem título do Brasileirão, Fernando Diniz hoje oferece o melhor custo-benefício do mercado ao clube. O fato de ter montado um time extremamente competitivo, a baixíssimo custo, com enorme aproveitamento das categorias de base, é exatamente o que se busca para os próximos anos.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos