Mercado fechado

Nova Carteira de Identidade começa a ser emitida; veja como funciona

Carteira de Identidade Nacional: Atual RG continua a valer pelos próximos 10 anos para pessoas com até 60 anos de idade (Getty Images)
Carteira de Identidade Nacional: Atual RG continua a valer pelos próximos 10 anos para pessoas com até 60 anos de idade

(Getty Images)

  • Carteira de Identidade Nacional (CIN) começa a ser emitida hoje para alguns estados brasileiros;

  • Documento será disponibilizado, inicialmente, no RS, AC, DF, GO, MG e PR;

  • Ainda não há previsão para as demais regiões.

A nova Carteira de Identidade Nacional (CIN) começa a ser emitida, nesta terça-feira (26), para alguns estados brasileiros. O primeiro a receber o documento é o Rio Grande do Sul, seguido pelo Acre, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais e Paraná. Ainda não há previsão para as demais regiões.

A nova versão da identidade adota o CPF como registro geral e único para todos os brasileiros, mas não descarta o atual RG, que pode ser usado pelos próximos 10 anos por pessoas com até 60 anos de idade. Para os idosos, o prazo de validade é indeterminado.

Dentre as novidades trazidas pelo documento, está a presença de um QR Code para validação eletrônica de autenticidade, que pode ser lido por qualquer dispositivo apropriado, como um smartphone. Há também a possibilidade de usá-lo para viagens, já que inclui o MRZ, código de padrão internacional presente em passaportes.

Entretanto, vale destacar que a CIN só vale para entrar em países do Mercosul - Argentina, Paraguai, Uruguai, Peru, Equador, Colômbia, Bolívia, Chile e Venezuela. Para os demais, segue obrigatório o uso de passaporte.

A emissão da identidade será gratuita, mas apenas pessoas com todas as informações atualizadas no CPF poderão obtê-la neste primeiro momento. Quem precisa atualizar dados envolvendo o CPF deve entrar em contato com a Receita Federal.

Como atualizar os dados do CPF?

O brasileiro que tiver pendências deve corrigi-las, gratuitamente, no site da Receita Federal. Dependendo da situação, pode ser necessário o envio de documentos para o órgão, via e-mail.

A lista com todos os documentos pedidos está disponível no site do Ministério da Economia e varia de acordo com a idade e condição do cidadão. Os e-mails da Receita também mudam de estado para estado, mas podem ser obtidos nesta mesma página.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos