Mercado fechará em 3 h 11 min

Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a terça-feira (6)

Redação Notícias
·2 minutos de leitura

Após 72h internado com Covid, Trump retorna à Casa Branca; Governo quer extinguir desconto de 20% em declaração simplificada do IR; Bolsonaro se irrita com apoiadores: 'Tomei café com o Maia. E daí?'; Como fica o 13º para quem teve jornada reduzida?; Eleições 2020 nas capitais serão termômetro para disputa presidencial em 2022

Confira as notícias mais importantes para você começar a terça-feira, dia 6 de outubro:

Após 72h internado com Covid, Trump retorna à Casa Branca

Trump saiu do hospital pela porta da frente do centro médico usando máscara e caminhando normalmente. O mandatário dos EUA entrou em um veículo oficial antes de embarcar no helicóptero, que o levou de volta à Casa Branca. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Governo quer extinguir desconto de 20% em declaração simplificada do IR

Em substituição, segundo fontes que participam da elaboração da medida, seria mantido o direito às deduções médicas e educacionais, benefícios que estavam na mira da equipe econômica desde o ano passado. Criado há 45 anos, o formulário simplificado da declaração do Imposto de Renda deixaria de existir LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Bolsonaro se irrita com apoiadores: 'Tomei café com o Maia. E daí?

O presidente também voltou a defender sua decisão de indicar o desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) Kassio Marques para a vaga de Celso de Mello, que vai se aposentar do Supremo em outubro. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Como fica o 13º para quem teve jornada reduzida?

Quem teve o contrato suspenso ou a jornada de trabalho e salário reduzidos mantém o direito ao pagamento, mas, em alguns casos, o cálculo poderá ser diferente. Há divergências, por exemplo, quanto ao cálculo de abono natalino do trabalhador que chegar a dezembro com o salário reduzido. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Eleições 2020 nas capitais serão termômetro para disputa presidencial em 2022

Derrotado na corrida presidencial em 2018 após quatro mandatos consecutivos no Planalto, o PT já vinha perdendo espaço nas capitais na última década: chegou a ter nove prefeitos eleitos em 2004, quando Lula recém havia assumido a Presidência, e caiu para apenas um em 2016, já com Dilma Rousseff afastada do cargo no processo de impeachment. Enquanto isso, o PSDB ganhou representatividade, saltando de quatro para sete prefeitos eleitos nas capitais no último pleito. LEIA A MATÉRIA COMPLETA