Mercado fechará em 2 h 20 min

Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a quarta

Redação Notícias
·3 minuto de leitura
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - FEBRUARY 01: A health worker draws the CoronaVac vaccine from a vial at a drive-thru vaccination post at the Rio de Janeiro State University (UERJ) on February 1, 2021 in Rio de Janeiro, Brazil. The city of Rio de Janeiro started today a priority vaccination program against COVID-19 in elderly people over 99 years old. Immunization is being carried out in 236 clinics, in addition to posts using the drive-thru system. The CoronaVac vaccine was developed by the Chinese laboratory Sinovac in partnership with the Butantan Institute. (Photo by Buda Mendes/Getty Images)
CoronaVac é utilizada para vacinação no Rio de Janeiro (Buda Mendes/Getty Images)

Covid-19: Brasil registra 1.210 mortes em 24 horas, Bia Kicis vai presidir a principal comissão da Câmara, Políticas de igualdade racial não vão avançar com Lira, Quem são as mulheres linha de frente do SOS Funeral em Manaus, Doria garante toda população do estado de SP vacinada até o fim do ano e Oxford diz que vacina é 76% eficaz por 3 meses após uma dose.

Confira o que você precisa saber para começar a quarta-feira, dia 3 de fevereiro de 2021:

Covid-19: Brasil registra 1.210 mortes em 24 horas

O Brasil registrou 1.210 novas mortes pelo novo coronavírus e 54.096 casos da doença nesta terça (2). Com isso, o total de mortos chegou a 226.309 e o de casos a 9.283.418, de acordo com o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Bia Kicis vai presidir a CCJ, principal comissão da Câmara

Uma das mais fiéis escudeiras do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a deputada Bia Kicis (PSL-DF) foi escolhida pelo novo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para presidir a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Políticas de igualdade racial não vão avançar com Lira

Com a chegada de Arthur Lira (PP-AL) à Presidência da Câmara dos Deputados, a votação de pautas de igualdade racial e de redução das desigualdades raciais no país não devem avançar no legislativo. A avaliação é do sociólogo Wescrey Portes. “É a consolidação de uma base de parlamentares muito fiel ao governo federal, ao Bolsonaro”, afirma o especialista, complementando que o mesmo deve se estender no Senado, com o novo presidente Rodrigo Pacheco (DEM-MG), também apoiado pelo presidente da República. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Quem são as mulheres linha de frente do SOS Funeral em Manaus

Dona Lourdes Rodrigues, gerente do SOS Funeral, em Manaus, está atualmente internada devido à covid-19. "Minha mãe é uma mulher guerreira, sempre ajudou as pessoas, e hoje luta pela própria vida em um leito de UTI", conta o filho de Dona Lourdes, Erlon Jorge Rodrigues, que pelo Instagram mantém amigos e familiares informados sobre o estado de saúde da mãe. Em novembro de 2020, quando Dona Lourdes concedeu esta entrevista, ela não imaginava que o pior ainda estava por vir: "Ontem [17 de novembro de 2020] nós tivemos 14 serviços funerários e não pegamos nenhum caso de covid-19", ela contou sentada em uma das salas do SOS Funeral. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Doria garante toda população do estado de SP vacinada até o fim do ano

O governador João Doria (PSDB) garantiu que a população do estado de São Paulo será vacinada contra a Covid-19 até o fim de 2021. O plano de imunização de São Paulo tem por base o uso da CoronaVac, vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Oxford diz que vacina é 76% eficaz por 3 meses após uma dose

A vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca tem 76% de eficácia contra infecções sintomáticas durante três meses após uma única dose, e a eficácia aumenta quando uma segunda é dada mais tarde, mostrou um estudo nesta terça-feira. LEIA A MATÉRIA COMPLETA