Mercado fechará em 2 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    109.736,08
    -50,22 (-0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.506,76
    -229,72 (-0,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,58
    +0,67 (+1,49%)
     
  • OURO

    1.809,00
    +4,40 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    19.006,23
    -260,41 (-1,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    377,37
    +6,85 (+1,85%)
     
  • S&P500

    3.624,05
    -11,36 (-0,31%)
     
  • DOW JONES

    29.865,92
    -180,32 (-0,60%)
     
  • FTSE

    6.391,09
    -41,08 (-0,64%)
     
  • HANG SENG

    26.669,75
    +81,55 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    26.296,86
    +131,27 (+0,50%)
     
  • NASDAQ

    12.099,25
    +23,25 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3381
    -0,0588 (-0,92%)
     

Notícias do dia - O que você precisa saber para começar o sábado

Redação Notícias
·3 minuto de leitura
A nurse shows a COVID-19 vaccine produced by Chinese company Sinovac Biotech at the Sao Lucas Hospital, in Porto Alegre, southern Brazil on August 08, 2020. - The vaccine trial is being carried out in Brazil in partnership with Brazilian Research Institute Butanta. (Photo by SILVIO AVILA / AFP) (Photo by SILVIO AVILA/AFP via Getty Images)
Enfermeira mostra vacina feita em parceria entre a empresa chinesa Sinovac e o Instituto Butatan (SILVIO AVILA/AFP via Getty Images)

Covid-19: Brasil tem 569 mortes em 24 horas, Anvisa libera importação de 6 mi doses da CoronaVac, Maia se diz à disposição de Doria para ajudar em 'entrevero' da vacina, Covid-19: Antiparasitário não reduz sintomas, Amazônia tem mais queimadas em 2020 do que em 2019, Órgãos do governo ajudam Flávio em caso das rachadinhas e Datafolha: uma péssima notícia para o bolsonarismo.

Confira o que você precisa saber para começar o sábado, dia 24 de outubro de 2020:

Covid-19: Brasil tem 569 mortes em 24 horas

O Brasil registrou 569 novas mortes pelo novo coronavírus e 29.305 novos casos da doença nesta sexta (23). Com isso, o total de mortos chegou a 156.469 e o de casos a 5.352.935, de acordo com o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Anvisa libera importação de 6 mi doses da CoronaVac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária liberou a importação de 6 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra o coronavírus desenvolvida pelo laboratório chinês SinoVac em parceria com o Instituto Butantan. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Maia se diz à disposição de Doria para ajudar em 'entrevero' da vacina

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se colocou à disposição do governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), nesta sexta-feira para ajudar a resolver o que chamou de "entrevero" envolvendo a potencial vacina da chinesa Sinovac, que está sendo testada e deverá ser produzida pelo Instituto Butantan, do governo paulista. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Covid-19: Antiparasitário não reduz sintomas

Segundo estudo financiado pelo Ministério de Ciência e Tecnologia, o uso do antiparasitário nitazoxanida (também conhecida pelo nome comercial Annita) contra a Covid-19 teve resultado similar ao do placebo. Mesmo assim, a pesquisa foi motivo de cerimônia com presença do presidente Jair Bolsonaro e do ministro Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) - no evento, um gráfico genérico dizia que a droga era eficaz e poderia ajudar no combate à pandemia. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Amazônia tem mais queimadas em 2020 do que em 2019

O número de queimadas na Amazônia até o dia 22 de outubro de 2020 já é maior do que o registrado em todo o ano de 2019. Até aqui, já foram registrados 89.604 focos de incêndio na Amazônia neste ano. Em todo 2019, o número de queimadas foi de 89.176. O ano atual também já supera diversos anteriores, como 2018 e 2016. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Órgãos do governo ajudam Flávio em caso das rachadinhas

Os advogados do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) acionaram o Gabinete de Segurança Institucional e outros órgãos do governo federal com autorização do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para obter provas que possam anular as investigações sobre as supostas "rachadinhas". LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Datafolha: uma péssima notícia para o bolsonarismo

As pesquisas Datafolha que mostram um aliado estacionado e outro em queda livre nas duas maiores cidades do país são um sinal de alerta e tanto para os planos de reeleição de Jair Bolsonaro. O Brasil, é claro, não se resume a Rio e São Paulo, mas foi no Rio e em São Paulo que Bolsonaro decolou em direção à Presidência. Na capital paulista ele obteve no segundo turno 60,4% dos votos e, entre os cariocas, 66,5%. LEIA A MATÉRIA COMPLETA