Mercado fechado

Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a sexta

Redação Notícias
·3 minuto de leitura
TOPSHOT - Brazilian President Jair Bolsonaro gestures during the launch of a program for the resumption of tourism, a sector severely affected by the new coronavirus outbreak, at Planalto Palace in Brasilia, on November 10, 2020. - Brazil's decision to halt trials of a Chinese-developed Covid-19 vaccine triggered a politically charged row Tuesday as a top health official expressed "indignation" and far-right President Jair Bolsonaro claimed the ruling as a personal victory. (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Jair Bolsonaro durante lançamento de programa de turismo (EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

Covid-19: Brasil registra 866 mortes em 24h, Trump, Flavio e vacina: as nuvens sobre Bolsonaro, Médicos acusam omissão de dados e temem 2ª onda, Bolsonaro diz que 'tem coisa esquisita' na vacina, CoronaVac: IML diz que voluntário morreu por intoxicação, PF conclui que jovem tinha plano de matar Bolsonaro e laudo afirma apagão no Amapá não foi provocado por raio.

Confira o que você precisa saber para começar a sexta-feira, dia 13 de novembro de 2020:

Covid-19: Brasil registra 866 mortes em 24h

O Brasil registrou 866 novas mortes pelo novo coronavírus e 31.723 novos casos da doença nesta quinta (12). Com isso, o total de mortos chegou a 164.234 e o de casos a 5.779.383, de acordo com o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Trump, Flavio e vacina: as nuvens sobre Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro voltou a elevar o tom de suas declarações nesta semana, o que alguns críticos veem como uma tentativa de desviar o foco de uma série de notícias recentes negativas para o seu governo, como a denúncia criminal apresentada contra seu filho mais velho, o senador Flávio Bolsonaro, e a derrota eleitoral de sua principal referência externa, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Médicos acusam omissão de dados e temem 2ª onda

Médicos que atuam em hospitais públicos de São Paulo alegam não ter acesso aos dados sobre pacientes com coronavírus. A falta de transparência dificultaria prever um possível salto nos casos de internação pela doença — assim como registrado essa semana em unidades privadas — e, por consequência, o preparo dos profissionais para uma segunda onda de infecções. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Bolsonaro diz que 'tem coisa esquisita' na vacina

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a questionar a Coronavac, que teve seus testes interrompidos momentaneamente pela Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária) nessa semana, e afirmou que há "coisas esquisitas" aparecendo na vacina contra a Covid-19. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

CoronaVac: Voluntário morreu por intoxicação, diz IML

Os laudos periciais do IML (Instituto Médico Legal) e do IC (Instituto de Criminalística) da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo indicaram que a morte do voluntário da CoronaVac ocorreu em consequência de uma intoxicação por agentes químicos. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

PF conclui que jovem tinha plano de matar Bolsonaro

Investigação da PF (Polícia Federal) concluiu, nesta quinta-feira (12), que um suspeito de 25 anos tinha intenção de matar o presidente Jair Bolsonaro durante uma visita ao município de Três Corações (MG), em novembro do ano passado. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Apagão no Amapá não foi provocado por raio, diz laudo

A Polícia Civil do Amapá informou nesta quarta-feira (11) que um laudo preliminar realizado no transformador que pegou fogo em uma subestação em Macapá descartou que um raio tenha sido o causador do incêndio. LEIA A MATÉRIA COMPLETA