Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,44
    -0,22 (-0,30%)
     
  • OURO

    1.784,50
    +1,60 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    32.618,02
    -2.782,22 (-7,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    784,24
    -66,10 (-7,77%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.489,00
    -312,27 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.575,89
    +564,96 (+2,02%)
     
  • NASDAQ

    14.144,50
    +14,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9738
    -0,0015 (-0,03%)
     

Notícias do dia - O que você precisa saber para começar a sexta

·4 minuto de leitura
View of a projection reading "Over 40,000 Brazilians have died from COVID-19", by VivaJK movement, in one of the towers of the JK building, in Belo Horizonte, state of Minas Gerais, Brazil, on June 11, 2020. (Photo by STR / AFP) (Photo by STR/AFP via Getty Images)
Projeção sobre o número de mortos por coronavírus em Belo Horizonte, Minas Gerais (STR/AFP via Getty Images)

Covid-19: Brasil tem 40.920 mortes e 802.828 casos confirmados; Bolsonaro pede que população "arranje um jeito" de entrar em UTIs de hospitais para verificar leitos; "Acho que já fui contaminado", diz Bolsonaro sobre Covid-19; Nove estados estão com mais de 80% das UTIs destinadas a pacientes de Covid-19 lotadas; Em dia de reabertura de shoppings, São Paulo ultrapassa os 10 mil mortos; Brasil pode liderar ranking de mortes em julho; bolsas no exterior operam em forte queda com temor de segunda onda de Covid-19.

Confira o que você precisa saber para começar a sexta-feira, dia 12 de junho de 2020:

Covid-19: Brasil tem 40.920 mortes e 802.828 casos confirmados, dizem secretarias de Saúde

O número de casos do novo coronavírus no Brasil subiu para 802.828 e o total de mortes chega a 40.920. Os dados, divulgados na noite desta quinta-feira (11), constam no painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Bolsonaro pede que população "arranje um jeito" de entrar em UTIs de hospitais para verificar leitos

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a levantar suspeitas sobre os números de mortes que têm sido divulgado pelos Estados em decorrência da pandemia do coronavírus e encorajou a população a entrar nos hospitais e filmar os leitos de UTI – que são áreas restritas e de visitação controlada. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

"Acho que já fui contaminado", diz Bolsonaro sobre Covid-19

Em um trecho da live desta quinta (11), ao defender o uso da hidroxicloroquina nos tratamentos, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez um comentário no qual levantou a hipótese de ter sido contaminado pelo coronavírus na época em que fez uma viagem aos Estados Unidos, no início de março. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Nove estados estão com mais de 80% das UTIs destinadas a pacientes de Covid-19 lotadas

Nove estados brasileiros estão com mais de 80% de lotação nos leitos de UTI destinados para pacientes da Covid-19 nos hospitais da rede estadual. Mesmo com a alta taxa, alguns governadores e prefeitos decidiram reabrir o comércio de rua e shoppings em capitais ou outras regiões dos estados. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Em dia de reabertura de shoppings, São Paulo ultrapassa os 10 mil mortos

O Estado de São Paulo ultrapassou, nesta quinta-feira (11), o patamar dos 10 mil óbitos registrados por conta do novo coronavírus. A marca é batida no mesmo dia em que a cidade de São Paulo registrou aglomerações e congestionamento durante a reabertura dos shoppings populares no centro e do anúncio de uma vacina contra a Covid-19 sendo desenvolvida em São Paulo. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Avanço do coronavírus pela Zona Norte de São Paulo exemplifica o abandono do SUS

Três meses após a cidade de São Paulo ter confirmado o primeiro caso de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, a Brasilândia, bairro onde aproximadamente 50% dos moradores se autodeclaram como negros, apresenta o maior número de mortes e as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) dão sinais sobre a falta de políticas públicas que visam combater à transmissão comunitária em regiões periféricas e densamente ocupadas pela população negra e pobre. As crises no governo federal colaboram para a dificuldade de articulação do Sistema Único de Saúde (SUS). LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Brasil pode liderar ranking de mortes em julho

Se não houver nenhuma mudança significativa no avanço da pandemia no país, o Brasil pode superar os Estados Unidos em número de mortes de covid-19 no dia 29 de julho, aponta a projeção de um dos principais modelos matemáticos usados pela Casa Branca para definir suas estratégias. Nesse dia, o Brasil teria 137,5 mil mortos e os EUA, 137 mil. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Bolsas no exterior operam em forte queda com temor de segunda onda de Covid-19

Os índices de Wall Street caíram na quinta-feira, a caminho dos piores dias desde o início da pandemia de coronavírus, quando os investidores reavaliaram o ressurgimento das ações depois que o Federal Reserve (FED), o Banco Central dos Estados Unidos, emitiu uma previsão sombria de crescimento e as infecções mostraram sinais de melhora. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos