Mercado abrirá em 1 h 15 min

Notícias da semana - As manchetes que repercutiram no Brasil e no mundo

Luciana Pioto
·3 minuto de leitura

O (mau) comportamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi o fato mais marcante da semana por aqui no Brasil. O presidente começou a semana com seu vice, Hamilton Mourão (PRTB), tendo de falar sobre possíveis cumprimentos ao presidente eleito dos EUA, Joe Biden.

Mas antes esse fosse o problema: primeiro o presidente comemorou o que ele considerou uma “vitória” quando a Anvisa suspendeu os testes da CoronaVac, vacina que é tocada pelo Instituto Butantan em São Paulo, onde governa João Doria (PSDB), inimigo político de Bolsonaro.

A Anvisa já voltou atrás na decisão, mas o presidente seguiu polêmico ao falar sobre o coronavírus e afirmou que o Brasil é um “país de maricas” ao se referir à forma como as pessoas estão se protegendo da pandemia no país. A fala foi bastante questionada.

Para fechar, o presidente, que não quer cumprimentar Biden, afirmou que “se não resolver na saliva, tem a pólvora”, em referência aos desentendimentos políticos entre os dois. Falando em pólvora, o Yahoo comparou os Exércitos dos EUA e do Brasil e, spoiler, o resultado não é nada favorável para nós.

AMAPÁ VIVE CAOS COM APAGÃO

Um apagão deixou praticamente todo o Amapá sem energia por cerca de 80 horas. Após esse primeiro momento, a luz começou a ser distribuída, mas de forma insuficiente. Regiões ficam por algumas horas com luz e depois ela é cortada, para que outras regiões passem a receber luz.

Um apagão deixou praticamente todo o Amapá sem energia por cerca de 80 horas. Após esse primeiro momento, a luz começou a ser distribuída, mas de forma insuficiente. Regiões ficam por algumas horas com luz e depois ela é cortada, para que outras regiões passem a receber luz.

Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia, elogiou o sistema de energia elétrica do Brasil mesmo com o caos instaurado por um apagão ocorrido no Amapá no dia 3 de novembro, que ainda não foi totalmente revertido.

No Amapá, há 42 comunidades quilombolas com reconhecimento da Fundação Cultural Palmares (FCP). O total de comunidades existentes no estado, incluindo as que estão em processo de reconhecimento, chega a 66.

Ativistas do Movimento Negro se reuniram para distribuir água, comida e demais itens de urgência para os moradores das comunidades quilombolas que vivem ao longo da BR-070, que liga a capital Macapá ao norte do estado.

BELO LAMENTA FILHA PRESA

A notícia da prisão de Isadora Alkimin, filha mais nova de Belo, pegou o cantor de surpresa na quarta-feira (11). Ela foi detida, de acordo com a colunista Fábia Oliveira, em uma operação da Delegacia de Combate às Drogas, no Rio de Janeiro, acusada de integrar uma quadrilha criminosa especializada em golpes eletrônicos.

Em conversa exclusiva com o Yahoo nesta quinta-feira (12), o pagodeiro disse estar 'muito triste e abalado' com a notícia, mas revelou que está se informando sobre tudo e se colocando à disposição para ajudar a filha.

MENGÃO ANUNCIA ROGÉRIO

O Flamengo anunciou nesta semana a contratação do técnico Rogério Ceni, que estava no Fortaleza. Ele chega com as credenciais de ter transformado o time nordestino e por seu gosto pelo futebol ofensivo. O ex-goleiro estreou no Maracanã, pela Copa do Brasil contra o São Paulo, time em que é ídolo e… perdeu! Quarta-feira tem o jogo de volta no Morumbi!