Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.494,84
    +323,96 (+1,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

Nothing Phone (1) é lançado com visual ousado e Snapdragon 778G+

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Depois de diversos detalhes terem sido apresentados nas últimas semanas, a Nothing finalmente lançou seu primeiro celular. O Phone (1) chama a atenção por conta de seu visual ousado com muita iluminação em LED, enquanto as especificações são típicas de um modelo intermediário premium.

Nothing Phone (1) tem muitos LEDs e partes transparentes

Nothing Phone (1) traz iluminação em LED no painel traseiro (Imagem: Divulgação/Nothing)
Nothing Phone (1) traz iluminação em LED no painel traseiro (Imagem: Divulgação/Nothing)

As luzes presentes no painel traseiro do Nothing Phone (1) não são apenas decorativas, já que também servem como indicadores de diversos aspectos no celular. Elas podem acender para mostrar o nível de bateria durante as recargas, apontar o início de uma recarga reversa, atuar como um flash para as câmeras ou mesmo piscar no ritmo de um ringtone, para entregar uma experiência mais customizada.

No mais, o visual do dispositivo tem laterais retas e painel traseiro com duas camadas de vidro. Ele será vendido nas cores preto e branco, e sua estrutura ainda conta com certificação IP53 contra danos por água e poeira.

Modelo é o primeiro smartphone da marca (Imagem: Divulgação/Nothing)
Modelo é o primeiro smartphone da marca (Imagem: Divulgação/Nothing)

Na parte frontal, o Nothing Phone (1) tem bordas simétricas ao redor do painel, assim como um furo no canto superior esquerdo para o posicionamento da câmera de selfies. A tela OLED do smartphone tem 6,55 polegadas, com resolução Full HD+ (1.080 x 2.400 pixels) e taxa de atualização de 120 Hz.

O conjunto de desempenho do celular é liderado pelo Snapdragon 778G Plus, plataforma intermediária premium que foi ligeiramente alterada para oferecer suporte às recargas sem fio. Suas opções de configuração incluem 8 GB ou 12 GB de RAM e 128 GB ou 256 GB de armazenamento interno UFS 3.1.

Nothing Phone (1) tem duas câmeras traseiras

Celular dispensa os sensores triviais de baixa resolução (Imagem: Divulgação/Nothing)
Celular dispensa os sensores triviais de baixa resolução (Imagem: Divulgação/Nothing)

Sua câmera traseira tem um sensor Sony IMX766 de 50 MP para a lente principal, assim como um Samsung ISOCELL JN1 de 50 MP na ultrawide com ângulo de visão de 114º — ambos os componentes têm estabilização eletrônica de imagem (EIS), mas apenas o primário tem estabilização óptica (OIS). Na frente, uma câmera de 16 MP é responsável por selfies e chamadas de vídeo, entre outras funções.

Uma característica destacada pela marca durante o lançamento do celular é a fidelidade dos resultados de câmera, quando vistos no display de 10-bit que foi calibrado de forma a garantir o máximo de precisão nas cores. O Nothing Phone (1) pode fazer gravações em 4K a 30 fps nas câmeras traseiras (ou 1080p a 30 fps em modo de vídeo noturno), chegando a 1080p@30 no conjunto frontal.

A construção do smartphone abriga uma bateria de 4.500 mAh com suporte para recargas de 33 W com adaptadores que possuem compatibilidade com o padrão Quick Charge 4.0 — carregamentos sem fio de até 15 W estão disponíveis, assim como a recarga reversa limitada a 5 W. A caixa do dispositivo vem apenas com um cabo USB-C/USB-C, sem carregador incluso.

Aparelho tem suporte para recarga reversa, com luz indicadora (Imagem: Divulgação/Nothing)
Aparelho tem suporte para recarga reversa, com luz indicadora (Imagem: Divulgação/Nothing)

O aparelho roda o Android 12, junto com a interface Nothing OS que traz diversas personalizações com a identidade visual da marca. Foram prometidos três anos de atualizações do sistema operacional, assim como quatro anos de pacotes de segurança bimestrais.

Preço e disponibilidade

O Nothing Phone (1) será vendido a partir do dia 21 de julho, em diversos países da Europa e Ásia. Entretanto, ele não deverá chegar aos Estados Unidos e outros países da América — o preço sugerido de cada versão pode ser conferido abaixo:

  • 8+128 GB: 399 libras (cerca de R$ 2.571)

  • 8+256 GB: 449 libras (~R$ 2.893)

  • 12+256 GB: 499 libras (~R$ 3.216)

Nothing Phone (1): ficha técnica

  • Tela: AMOLED de 6,55 polegadas com resolução Full HD+ (1.080 x 2.400 pixels), suporte para taxas de atualização a 120 Hz, cores a 10-bit;

  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 778G Plus

  • Memória RAM: 8 ou 12 GB

  • Armazenamento interno: 128 GB ou 256 GB;

  • Câmera traseira: dupla de 50 MP (principal, com f/1,88, Sony IMX766 e OIS) + 50 MP (ultrawide, com f/2.2 e Samsung ISOCELL JN);

  • Câmera frontal: 16 MP (Sony IMX471, f/2.45);

  • Bateria: 4.500 mAh com suporte a recargas de 33 W (até 50% em 30 minutos)

  • Extras: Bluetooth 5.2, NFC, 5G, sensor de impressões digitais no display;

  • Cores disponíveis: branco e preto;

  • Sistema operacional: Android 12 com interface Nothing OS.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos