Mercado abrirá em 2 h 10 min
  • BOVESPA

    108.232,74
    +1.308,56 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.563,98
    +984,08 (+1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    114,59
    +0,39 (+0,34%)
     
  • OURO

    1.827,40
    +13,40 (+0,74%)
     
  • BTC-USD

    30.498,96
    +581,91 (+1,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    684,81
    +442,13 (+182,19%)
     
  • S&P500

    4.008,01
    -15,88 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    32.223,42
    +26,76 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.527,53
    +62,73 (+0,84%)
     
  • HANG SENG

    20.602,52
    +652,31 (+3,27%)
     
  • NIKKEI

    26.659,75
    +112,70 (+0,42%)
     
  • NASDAQ

    12.493,25
    +248,50 (+2,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3022
    +0,0217 (+0,41%)
     

Notebook XMG Fusion pode ganhar versão com GPU Intel Arc no 3º trimestre

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Fabricante alemã de notebooks gamer no sistema de white label, a XMG anunciou sua roadmap para 2022 e, além de trazer novidades de seu curioso notebook com refrigeração líquida, pode ter apontado uma possível janela de lançamento para as placas de vídeo Intel Arc Alchemist. Um dos futuros modelos da marca, da linha Fusion, deve ser equipado com as novidades, já estando no cronograma da empresa.

XMG Fusion deve ganhar versão com Intel Arc

Em comunicado, a companhia revelou novidades de modelos já anunciados há alguns dias, enquanto trouxe detalhes dos laptops que pretende lançar nos próximos meses. Estão entre os destaques o Neo 15, com sistema de resfriamento líquido embutido, o novo Apex, com processadores Ryzen 6000H e refrigeração líquida, além de uma variante do Neo 15 com os novos Ryzen.

Na linha do tempo divulgada junto ao comunicado, a XMG sugeriu que a nova versão do notebook Fusion chegaria no início do terceiro trimestre com GPUs Intel Arc (Imagem: Reprodução/VideoCardz)
Na linha do tempo divulgada junto ao comunicado, a XMG sugeriu que a nova versão do notebook Fusion chegaria no início do terceiro trimestre com GPUs Intel Arc (Imagem: Reprodução/VideoCardz)

Outra novidade que chama a atenção é a atualização do Fusion, lançado originalmente em 2019. Segundo a companhia, o aparelho será completamente repaginado, trazendo chassi mais leve e fino e, de acordo com a linha do tempo inclusa no comunicado, GPUs Intel Arc Alchemist. Este seria o primeiro modelo da marca a adotar os chips gráficos gamer da Intel, estando previsto para chegar ao mercado entre o final do segundo e o início do terceiro trimestres de 2022.

Caso não haja mudanças ou atrasos, a revelação reforça os rumores de que a linha Arc teria sido ligeiramente adiada para o segundo trimestre, para que a Intel aprimorasse os drivers. Dito isso, o anúncio no site oficial da XMG não traz menções ao Fusion com GPUs do time azul, citando apenas que "há planos de utilizar os chips", mas destacando que os produtos ainda estão em desenvolvimento e assim "nada poderia ser confirmado no momento".

No site oficial, a mensagem foi modificada e indica não haver anúncios com GPUs Arc no momento (Imagem: Reprodução/XMG)
No site oficial, a mensagem foi modificada e indica não haver anúncios com GPUs Arc no momento (Imagem: Reprodução/XMG)

Não está totalmente claro qual dos comunicados estaria incorreto, mas é possível que o anúncio no site pode ter sido modificado. Apesar da segurança que a Intel transmitiu em eventos recentes sobre o lançamento das GPUs Arc no primeiro trimestre, mudanças silenciosas foram feitas no site da empresa para indicar um anúncio "em 2022", e há a possibilidade de situação semelhante ter acontecido com a XMG.

GPUs da Intel estão previstas para o 2º trimestre

Segundo vazamentos, a família Intel Arc Alchemist para notebooks deve estrear junto aos modelos para desktop, visando conquistar usuários mais rapidamente, com 5 modelos diferentes. Como já revelado pela empresa, a variante topo de linha será equipada com chip DG2-512, munido de 512 Vector Engines, totalizando 4.096 núcleos, acompanhados de 16 GB de VRAM GDDR6 a 16 Gbps, em uma interface de 256-bit com largura de banda de 512 GB/s.

Logo abaixo, a DG2-384 seria equipada com 384 Vector Engines e 3.072 núcleos, junto a 12 GB de VRAM GDDR6 a 16 Gbps, em uma interface de 192-bit com largura de banda de 384 GB/s. Para o mercado de entrada, a Intel ofereceria a DG2-256, com 256 Vector Engines e 2.048 núcleos, 8 GB de VRAM GDDR6 a 16 Gbps, interface de 128-bit e largura de banda de 256 GB/s.

Por fim, a empresa deve revelar dois modelos que podem suceder a Iris Xe MAX, atuando assim como versões dedicadas de GPUs integradas, pensadas para profissionais que precisam de portabilidade. Mais potente, a DG2-128 traria 128 Vector Engines e 1.024 núcleos, 4 GB de RAM GDDR6 a 14 Gbps, interface de 64-bit e largura de banda de 112 GB/s. A DG2-96 traria as mesmas configurações, mas como o nome sugere, ofereceria 96 Vector Engines e 768 núcleos.

Ainda não há informações oficiais sobre o desempenho e o posicionamento das placas Arc, mas testes vazados da DG-512 indicam que a solução topo de linha entregaria performance próxima à da RTX 3070 Ti, o que, pelo preço certo, pode fazer da família de chips gráficos da Intel uma escolha atraente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos