Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.477,66
    +371,74 (+1,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

Nota de R$ 1 assinada por FHC é leiloada por R$ 16 mil

*ARQUIVO* BRASILIA, DF,  BRASIL,  03-07-2018, 12h00: O ex presidente Fernando Henrique Cardoso participa de painel no Encontro. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, BRASIL, 03-07-2018, 12h00: O ex presidente Fernando Henrique Cardoso participa de painel no Encontro. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO (FOLHAPRESS) - O movimento liberal e suprapartidário Livres leiloou, na semana passada, uma nota de R$ 1 autografada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e por membros da equipe que gestou o Plano Real pelo valor de R$ 16 mil.

O certame, ocorrido na quarta-feira (27), foi realizado durante evento que celebrou os 28 anos do plano que, em 1994, controlou a hiperinflação no país. Os ex-presidentes do Banco Central Persio Arida, Gustavo Franco e Pedro Malan e os economistas Edmar Bacha e Rubens Ricupero também autografaram a cédula.

A peça, que estava emoldurada, foi arrematada pela economista Luciana de Oliveira Hall. O evento do Livres ainda contou com uma roda de conversa sobre os desafios impostos pela inflação em 2022 e possíveis soluções para combatê-la.

"Com o aumento da inflação, resultante da irresponsabilidade fiscal, é preciso resgatar a importância do Plano Real, que foi uma das maiores políticas sociais da história do Brasil, permitindo que milhões de famílias tivessem autonomia sobre o próprio dinheiro", afirma o diretor-executivo do Livres, Magno Karl.

"Nos distanciamos desse plano e estamos em maré oposta: inflação, miséria, desigualdade, desarranjo fiscal e instituições frágeis como herança deste governo", segue o dirigente, em referência ao governo de Jair Bolsonaro (PL).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos