Mercado fechará em 4 mins
  • BOVESPA

    109.852,93
    -382,83 (-0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.257,55
    +449,34 (+0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    93,94
    +2,01 (+2,19%)
     
  • OURO

    1.802,50
    -11,20 (-0,62%)
     
  • BTC-USD

    24.193,17
    +579,40 (+2,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    573,00
    -1,74 (-0,30%)
     
  • S&P500

    4.207,94
    -2,30 (-0,05%)
     
  • DOW JONES

    33.338,72
    +29,21 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.465,91
    -41,20 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    20.082,43
    +471,59 (+2,40%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.299,00
    -93,00 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3206
    +0,0742 (+1,41%)
     

Nosso cérebro consegue pensar sem usar palavras?

Quando pensamos em alguma coisa, é quase como se estivéssemos conversando sem mexer os lábios, certo? As palavras apenas surgem, de uma maneira tão natural que sequer percebemos o que está acontecendo. Foi com isso em mente que alguns cientistas começaram a lançar a questão: o cérebro é capaz de pensar sem usar palavras?

Segundo um estudo publicado na revista Consciousness and Cognition, algumas pessoas não possuem esse monólogo interno, ou seja: não falam consigo mesmas em suas mentes. Há, ainda, quem não use as regiões linguísticas do cérebro ao se deparar com problemas de lógica. Isso significa que é cientificamente possível pensar sem usar palavras.

A teoria de alguns neurocientistas é que a linguagem surgiu para permitir pensamentos mais complexos, mas o estudo estima que a maioria das pessoas não sabe que se envolve em pensamentos não simbolizados (aqueles que não envolvem o uso da lingugem), mesmo que façam isso com frequência.

É possível pensar sem usar palavras, de acordo com evidências científicas (Imagem: Rawpixel)
É possível pensar sem usar palavras, de acordo com evidências científicas (Imagem: Rawpixel)

Considerando a complexidade do assunto, alguns laboratórios se concentram em desenvolver maneiras melhores de observar e medir a conexão entre linguagem e pensamento. Tecnologias modernas como ressonância magnética funcional (fMRI) são capazes de fornecer uma boa imagem de quais partes do cérebro humano correspondem a diferentes funções, o que pode ajudar bastante nessa tarefa.

De qualquer forma, a descoberta de que o cérebro é capaz de pensar sem usar palavras é importante para a compreensão de certas condições neurológicas, como a afasia. Essa condição afeta o hemisfério cerebral esquerdo, responsável pelas capacidades de falar, ler, escrever e compreender, impactando diretamente a capacidade de comunicação de uma pessoa.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos