Nos EUA, pedidos de seguro-desemprego semanal aumentam em 10 mil

Washington, 3 jan (EFE).- O número semanal de pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos subiu em 10 mil e ficou situado, na semana passada, em 372 mil, informou nesta quinta-feira o Departamento de Trabalho.

O número foi o mais alto em cinco semanas e reflete, em boa parte, o término de muitos empregos temporários no comércio varejista e serviços relacionados com a temporada de festas tradicionais.

A média de solicitações em quatro semanas, que é um indicador mais claro da tendência, subiu 250 e ficou situada em 360 mil solicitações.

O número de pessoas que recebiam o subsídio pago pelos Estados na semana que termiou em 22 de dezembro aumentou em 44 mil e ficou situado em 3,25 milhões de pessoas, acrescentou o relatório.

O seguro-desemprego cobre, tradicionalmente, até 26 semanas, mas no meio da pior recessão em quase oito décidas, o Governo Federal instituiu em 2008 programas que estendem o benefício por até 90 semanas.

Na semana que terminou em 15 de dezembro, o número de pessoas que eram amparadas por estes subsídios diminuiu cerca de 72.800 e ficou em 2,07 milhões.

Esses benefícios estendidos deveriam ter terminado em 31 de dezembro, mas o Congresso, como parte de um acordo para impedir um "abismo fiscal", aprovou nesta semana a extensão por outro ano dos programas federais de seguro-desemprego. EFE

Carregando...