Mercado abrirá em 7 h 14 min
  • BOVESPA

    110.203,77
    +2.266,66 (+2,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.104,39
    +213,80 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,23
    -0,37 (-0,43%)
     
  • OURO

    1.847,40
    -5,10 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    37.370,54
    +1.125,61 (+3,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    849,89
    +29,31 (+3,57%)
     
  • S&P500

    4.356,45
    -53,68 (-1,22%)
     
  • DOW JONES

    34.297,73
    -66,77 (-0,19%)
     
  • FTSE

    7.371,46
    +74,31 (+1,02%)
     
  • HANG SENG

    24.283,31
    +39,70 (+0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.093,76
    -37,58 (-0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.221,00
    +80,25 (+0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1535
    +0,0014 (+0,02%)
     

Nordeste recebe pontos do Wi-Fi Brasil e doação de computadores

·2 min de leitura

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, e o diretor presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Glen Valente, participaram hoje (29) da inauguração de pontos digitais de internet de alta velocidade do programa Wi-Fi Brasil na cidade de Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte.

A cidade, que é localizada na região Nordeste do estado, receberá 10 pontos de internet para conectar escolas e postos de saúde, além de centros de formação técnica voltados para jovens e adultos. O sinal é aberto e gratuito, e também pode ser usado pela população em geral. Dos mais de 400 pontos disponíveis na região, cerca de 80% estão em regiões rurais.

"Esse evento é mais uma promessa cumprida, de levar inclusão digital aos quatro cantos do Brasil e, aqui, com internet de alta qualidade e velocidade", afirmou o ministro Fábio Faria durante a entrega.

“Fizemos o leilão do 5G para levar internet para todas as cidades do Brasil com 5G. Mas, enquanto não chega essa internet, queremos conectar todas as escolas rurais e postos de saúde até o ano que vem. Mas escolas sem internet não podemos mais deixar acontecer”, complementou.

Durante a cerimônia também foram doados 500 computadores que serão destinados à inclusão digital de jovens por meio de cursos e oficinas digitais do programa Computadores para Inclusão - criado pelo Ministério das Comunicações para destinar estações de trabalho que estavam em desuso na administração pública para jovens carentes.

Ministro das Comunicações, Fábio Faria, participa da inauguração de 30 pontos do programa Wi-Fi Brasil em Ceará-Mirim (RN). Iniciativa leva internet de alta velocidade a comunidades da região do Mato Grande, no nordeste do estado
Ministro das Comunicações, Fábio Faria, participa da inauguração de 30 pontos do programa Wi-Fi Brasil em Ceará-Mirim (RN). Iniciativa leva internet de alta velocidade a comunidades da região do Mato Grande, no nordeste do estado

Ministro das Comunicações, Fábio Faria, participa da inauguração de 30 pontos do programa Wi-Fi Brasil em Ceará-Mirim (RN). Iniciativa leva internet de alta velocidade a comunidades da região do Mato Grande, no nordeste do estado - Divulgação/Ministério das Comunicações


A EBC contribuiu com metade das máquinas entregas pelo Computadores para Inclusão. “A gente fez uma doação de mais de 500 máquinas para o Ministério das Comunicações. Na entrega de hoje, metade foi cedida pela EBC. Fazemos parte de todo esse movimento que gera cidadania no Ministério das Comunicações”, explicou Valente.

Segundo o diretor presidente da EBC, o Wi-Fi Brasil e o Computadores para Inclusão são iniciativas complementares, já que disponibilizam a ferramenta - os computadores; e o meio de conexão - a internet. O Ministério das Comunicações informou que 45 escolas da região receberão as máquinas, que serão instaladas em laboratórios de informática.

Saiba mais sobre o programa Computadores para Inclusão:


TV Digital

A cidade de Touros, também localizada no Rio Grande do Norte, também recebeu uma antena digital que permitirá a chegada do sinal da TV Brasil. A iniciativa é parte do programa Digitaliza Brasil, que visa levar sinal de qualidade para todo território nacional.

“São 1,6 mil pontos que fazem parte do Digitaliza Brasil, o que quer dizer que são 1,6 mil pontos que não tinham a TV Brasil e agora têm. Isso aumenta nosso alcance, nossa relevância. Temos orgulho de sermos a sexta emissora mais assistida do Brasil; nosso conteúdo é relevante, assim como nosso jornalismo”, destacou Glen Valente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos