Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    54.573,00
    -7.709,01 (-12,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6943
    -0,0268 (-0,40%)
     

Nokia, Ericsson e Sony desistem de participar da MWC 2021 por causa da pandemia

Felipe Junqueira
·2 minuto de leitura

A MWC, maior feira de telefonia móvel do planeta, corre o risco de não acontecer pelo segundo ano consecutivo. Depois do cancelamento em 2020 por conta da pandemia de COVID-19, que ainda estava no início quando o evento seria realizado, a edição 2021 foi agendada mais para o meio do ano, mas já começa a ter desistências.

Ao menos três grandes empresas já anunciaram que não pretendem comparecer à feira em Barcelona, marcada para junho: Nokia, Ericsson e Sony. Destas, apenas a primeira deixou aberta a possibilidade de realizar eventos virtuais, enquanto as outras duas declararam que não pretendem participar de maneira nenhuma.

A Nokia emitiu um comunicado à imprensa em que diz não pretender ter “presença física” na MWC 2021. A companhia destaca a importância da saúde de consumidores, parceiros e funcionários e diz que “devido à natureza internacional do evento e como a vacinação ainda está em fase inicial, decidimos participar apenas no evento virtual”. Você pode ver o comunicado na íntegra abaixo, em inglês, na publicação do analista da Apollo Research, Patrick Moorhead.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Já Ericsson e Sony só disseram que não participarão do evento. A desistência da primeira é um dos maiores desfalques, visto que a Ericsson costuma ter um dos maiores espaços na MWC.

Por ora, apenas as três empresas se manifestaram contrárias à realização de um evento presencial em Barcelona este ano. A MWC 2021 está marcada para junho, mas, assim como no ano passado, corre o risco de acabar cancelada novamente caso a GSMA não consiga convencer parceiros suficientes a manterem a presença.

Em 2020, o evento foi cancelado poucas semanas antes do que seria o seu início, marcado para a última semana de fevereiro, depois da desistência de várias empresas e o avanço da pandemia na Europa, ainda em estágio inicial à época.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: