Mercado fechado

Nokia e ZEISS encerram parceria após 16 anos

A Nokia já não lançava smartphones com componentes de câmera assinados pela ZEISS há algum tempo, e agora a parceria foi oficialmente encerrada. Depois de um questionamento feito pelo portal Nokiamob, foi apontado que a colaboração não acontece mais desde 2021.

Nokia XR20 é o último aparelho com a marca da ZEISS (Imagem: Divulgação/Nokia)
Nokia XR20 é o último aparelho com a marca da ZEISS (Imagem: Divulgação/Nokia)

“Depois de uma longa e bem-sucedida colaboração, em 2021 a ZEISS e a HMD Global [responsável pelos aparelhos com a marca Nokia] concordaram mutuamente em não prolongar sua parceria não-exclusiva, que incluiu a colaboração para tecnologias de imagem em smartphones Nokia, com a ZEISS como consultora e parceira de desenvolvimento.”

O último aparelho da marca a ser lançado com câmeras da ZEISS foi o Nokia XR20, apresentado em julho de 2021. Além disso, o Nokia 8.3 5G de 2020 foi o último com a marca PureView, que trazia uma série de recursos de câmera para otimização dos resultados.

Nokia e ZEISS já trabalhavam juntas desde o ano de 2005. A colaboração foi renovada no momento em que a HMD Global entrou como desenvolvedora dos smartphones Android com a marca Nokia, mas teve um reinício relativamente conturbado — afinal, modelos como o Nokia 8 não tiveram performance de câmera tão positiva quanto se esperava.

Na sequência, alguns aparelhos foram marcados pela alta complexidade de processamento das fotos, como é o caso do Nokia 9 PureView. De qualquer forma, o dispositivo nunca chegou a bater de frente com os celulares mais populares do mercado.

Nokia 9 PureView chamou a atenção pelo seu conjunto de câmeras (Imagem: Pocketlint)
Nokia 9 PureView chamou a atenção pelo seu conjunto de câmeras (Imagem: Pocketlint)

A parceria deixou de ser exclusiva quando aparelhos da Sony e Vivo Mobile também começaram a trazer componentes da ZEISS. Em alguns momentos, os modelos dessas outras marcas começaram a entregar resultados mais positivos do que os da Nokia, o que também pode ter ajudado na ruptura.

Portanto, os próximos smartphones da Nokia deverão vir sem a marca da ZEISS, assim como já vem acontecendo nos últimos meses. Como a HMD Mobile vem dando maior foco aos modelos acessíveis, que normalmente contam com conjunto de câmeras sem grande destaque e por isso não justificam o custo extra de uma parceria desse tipo, é improvável que um novo acordo seja firmado em um futuro próximo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos