Mercado fechado

Saiba por que a ganhadora do Nobel conquistou Bill Gates

Esther Duflo impressiona Bill Gates há anos com seu trabalho(Reprodução)

Em 2011, o trabalho dos economistas Esther Duflo e Abhijit Banerjee, ganhadores do Prêmio Nobel de Economia de 2019 ao lado de Michael Kremer, alcançou novas fronteiras além do universo acadêmico. Ao lançar o livro ‘Poor Economics: A Radical Rethinking of the Way to Fight Global Poverty’, eles chamaram a atenção de Bill Gates.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

À época, Bill Gates, seu site, fez uma resenha elogiosa à obra de Duflo e Banerjee: “O livro faz um ótimo trabalho em trazer à tona as complexidades da vida das pessoas pobres. Ele explora as decisões difíceis que eles devem tomar sobre coisas que a maioria de nós considera um dado adquirido, como acesso a comida suficiente, água potável ou vacinação”.

Leia também

A fundação de Gates financia o principal projeto de Esther Duflo no MIT

Desde então, Gates e Esther se tornaram próximos. A Fundação Bill & Melinda Gates é um dos principais investidores do ‘Laboratório de Ação Contra Pobreza’ de Esther e Abhijit no MIT (Massachusetts Institute of Technology). Em 2013, a Casa Branca escolheu a economista para assessorar o presidente Barack Obama.

O trabalho de Bill e Melinda Gates à frente da Fundação é uma faz parte do documentário ‘Código Bill Gates’, na Netflix. O cofundador da Microsoft fala sobre a infância, a carreira e sua paixão por melhorar a vida das pessoas nos países em desenvolvimento.

Esther acumula muitas premiações ao longo de sua carreira (AP Photo/Jose Vicente, File)

Mudanças climáticas e redução da pobreza

Em novembro deste ano, Esther e Abhijit irão lançar um novo livro, ‘Good Economics for Hard Times’, que investiga os métodos mais eficazes para financiar dois dos mais desafiadores problemas do mundo: mudanças climáticas e desigualdades sociais. A organização do prêmio Nobel de Economia publicou recentemente um artigo que mostra a síntese do trabalho do trio de ganhadores de 2019.