Mercado abrirá em 6 h 46 min
  • BOVESPA

    125.675,33
    -610,27 (-0,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.634,60
    +290,49 (+0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,09
    -0,53 (-0,72%)
     
  • OURO

    1.832,40
    -3,40 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    39.669,32
    -482,27 (-1,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    943,12
    +12,76 (+1,37%)
     
  • S&P500

    4.419,15
    +18,51 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    35.084,53
    +153,60 (+0,44%)
     
  • FTSE

    7.078,42
    +61,79 (+0,88%)
     
  • HANG SENG

    25.726,44
    -588,88 (-2,24%)
     
  • NIKKEI

    27.300,25
    -482,17 (-1,74%)
     
  • NASDAQ

    14.845,00
    -192,75 (-1,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0212
    -0,0193 (-0,32%)
     

No Rio, Flávio Bolsonaro diz que governo pretende ampliar novo Bolsa Família e que valor será de R$ 270

·1 minuto de leitura

RIO — O senador Flávio Bolsonaro (Patriotas-RJ) disse que o governo federal planeja aumentar a base dos beneficiados Bolsa Família, cujo valor deve ficar em torno dos R$ 270. O filho do presidente Jair Bolsonaro falou sobre isso em uma coletiva após uma reunião que teve com o mandatário, o governador do Rio, Claudio Castro (PL), e empresários do estado fluminense.

Segundo Flávio, o valor do novo Bolsa Família será discutido com o ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos). A nova versão do auxílio deverá ser chamada de Alimenta Brasil.

— Voltando agora para Brasília a gente vai sentar com o ministro João Roma, que é quem tá cuidando desse assunto. O comando do presidente ao ministro foi de ampliar a base do Bolsa Família, ou seja, atingir mais pessoas. Aumentar também o valor. Hoje se discute algo em torno dos R$ 270, aproximadamente — disse.

O senador afirmou ainda que o governo pretende criar estímulos com educação e capacitação para os beneficiados do programa social.

— O diferencial vai ser criar estímulos para que as pessoas deixem de depender desse auxílio do governo — afirmou.

Na coletiva, Flávio disse ainda que seu pai fez um apelo aos empresarios para que, com o aumento do auxílio, os mercadistas reduzam as a margem de lucro dos produtos de primeira necessidade. O objetivo é aumentar o consumo e incentivar a economia.

— Ele [Bolsonaro] reconheceu o grande sacrifício que mercadistas já fazem. Se possível [vamos] reduzir um pouco ainda mais a margem de lucro — disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos