Mercado abrirá em 9 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    113.583,01
    +300,34 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.598,53
    +492,82 (+0,96%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,17
    +0,72 (+0,95%)
     
  • OURO

    1.749,60
    -2,40 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    42.588,65
    -1.423,61 (-3,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.054,95
    -46,57 (-4,23%)
     
  • S&P500

    4.443,11
    -12,37 (-0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.869,37
    +71,37 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.063,40
    +11,92 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    24.578,74
    +369,96 (+1,53%)
     
  • NIKKEI

    30.134,84
    -105,22 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    15.168,00
    -26,75 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2927
    -0,0141 (-0,22%)
     

No rastro do TikTok, Kwai estaria planejando parceria com a NBA

·3 minuto de leitura

Em junho deste ano, o aplicativo chinês Kwai, concorrente direto do TikTok, conquistou os direitos de transmissão oficial das Olimpíadas sediadas em Tóquio neste ano e dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, que ocorrerão em 2022. A rede social também tem parceria com a Associação Chinesa de Basquete (CBA) e tem promovido conteúdos esportivos com mais frequência, mostrando o seu interesse pelo investimento no universo dos esportes.

Recentemente, a mídia chinesa relatou que o Kwai estaria planejando uma nova parceria com a NBA, a liga de basquete dos Estados Unidos. Segundo o portal chinês 36 kr, caso o acordo seja concretizado, a plataforma de vídeos deterá os direitos autorais de todos os conteúdos relacionados à NBA, inclusive dos jogos do passado.

Além disso, a rede social também espera explorar outros modelos de cooperação em termos de comercialização de tráfego, publicidade e live commerce, que é um modelo de vendas bastante difundido na China. Até o momento, nenhuma das partes se pronunciou sobre o assunto, mas espera-se que a conclusão do plano seja revelada até o fim do ano, apontou a imprensa chinesa.

Atualmente, o desenvolvimento da NBA no mercado chinês está em constante crescimento. No mês passado, por exemplo, a NBA da China firmou diversas parcerias com empresas como a Tencent Music e o Citi China.

Sobre o possível acordo atual, não fica claro se a parceria envolve transmissões globais ou apenas o mercado chinês.

Kwai e o conteúdo esportivo

Em uma coletiva de imprensa anunciando o acordo das Olimpíadas, que ocorreu em Junho deste ano, o CEO da Kwai Su Hua disse que a plataforma de vídeos curtos se tornou uma comunidade online para fãs de esportes. A empresa, que abriu o capital em Hong Kong em fevereiro, agora abriga cerca de 50.000 criadores de conteúdo esportivo e mais de 150 milhões de usuários com forte interesse em futebol, basquete, boxe, corrida e esportes radicais, de acordo com Su.

Su também revelou que a plataforma de vídeos acumulou 1 bilhão de usuários ativos mensais globalmente. De acordo com relatos da imprensa chinesa, o Kwai planeja investir US$ 1 bilhão para aumentar sua base de usuários no exterior este ano.

No Brasil, o entretenimento esportivo foi usado como uma das principais estratégias para ganhar espaço e concorrer diretamente com o TikTok, que está há mais tempo no mercado e também já firmou diversas parcerias para transmissões esportivas por aqui. O Kwai, por sua vez, fechou contratos para patrocinar o Campeonato Brasileiro e a NBB (Novo Basquete Brasil), além de parcerias com clubes e com o programa Jogo Aberto da Bandeirantes.

Fred, Apresentador do Desimpedidos (Imagem: Divulgação/YouTube)
Fred, Apresentador do Desimpedidos (Imagem: Divulgação/YouTube)

A plataformal ançou, ainda, o Programa de Criadores de Esporte que tem como embaixador Fred, apresentador do canal Desimpedidos, do YouTube. O projeto tem como foco incentivar criadores de conteúdo a gerarem vídeos curtos sobre temas relacionados a esportes.

Diretor de operações internacionais do Kwai, Tony Qiu afirma que ajudar a construir personalidades na plataforma faz parte do objetivo da empresa. O executivo ressalta também que a companhia tem fundos para investir em certos tipos de conteúdo, sendo o esportes um dos temas-alvo da estratégia da plataforma.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos