Mercado abrirá em 3 h 13 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,26
    +0,18 (+0,25%)
     
  • OURO

    1.780,80
    -2,60 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    33.417,12
    -594,20 (-1,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    807,98
    -2,21 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.092,41
    +18,35 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.353,75
    +90,75 (+0,64%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9329
    +0,0044 (+0,07%)
     

No Dia Internacional contra a LGBTfobia, Gil do Vigor e outros famosos se manifestam: 'Não deveria ser assim'

·2 minuto de leitura

Gil do Vigor, ex-participante do "Big Brother Brasil 21" foi as redes na manhã desta segunda-feira, 17, para se pronunciar sobre o Dia Internacional Contra a LGBTfobia. Através de seu twitter, o economista pediu para que o país reflita mais sobre as questões voltadas ao público LGBTQIA+ e reforçou que atos homofóbicos são considerados crime no Brasil.

"Neste dia de combate à LGBTfobia que seja mais do que tudo, um dia de reflexão. O Brasil é um dos países que mais mata pessoas LGBT no mundo e estar vivo é ainda o nosso maior ato de resistência. NÃO DEVERIA SER ASSIM. HOMOFOBIA É CRIME!", escreveu.

No dia 17 de maio comemora-se o Dia Internacional Contra a LGBTfobia por ser a data em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) deixou de considerar a homossexualidade como uma patologia.

Ataque homofóbico

Torcedor do Sport Club Recife, Gil foi convidado para conhecer a Ilha do Retiro, o estádio do time, pela primeira vez na quarta-feira, dia 12. Lá, ele posou para fotos, deu entrevista e fez a famosa coreografia "tchaki tchaki". Membro do Conselho Deliberativo do time, o advogado Flávio Koury mandou um áudio inconformado com a "dancinha" do ex-BBB nas arquibancadas do estádio e afirmando que isso "pegou mal demais" para o time.

"1,2 milhões (sic) de pessoas achando que o Sport só tem viado, só tem bicha. Vai vender é camisa. A viadagem todinha vai comprar. Vai ser lindo! Se ele tivesse feito a dancinha na casa dele ou no bordel, eu não estava nem aí. Foi dentro da Ilha do Retiro, né rapaz? Isso é uma desmoralização! Isso é ausência de vergonha na cara. É isso que estamos vivendo", disse num dos áudios.

Em postagem no Twitter, Gil lamentou o ataque e as declarações, se disse machucado e garantiu que "providências serão tomadas".

"Primeiro ataque homofóbico que me deparo após o 'BBB' e posso garantir, ainda machuca muito! Mas sigo firme e providências serão tomadas. Tirando o dia off para não perder minha alegria por tudo que venho vivendo... É muita dor!"

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos