Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.992,96
    +52,18 (+0,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

No Dia da Consciência Negra, relembre cases de sucesso em economia e inovação

Adriana Barbosa, empresária e criadora da Feira Preta. Foto: Reprodução/Youtube
Adriana Barbosa, empresária e criadora da Feira Preta. Foto: Reprodução/Youtube

O dia 20 de novembro marca o Dia da Consciência Negra, data instituída pela Lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. O Yahoo Finanças selecionou iniciativas de personalidades negras para recordar a data. Veja a seguir:

Viviane Elias

Mais de 10 anos de experiência em resiliência corporativa, gerenciamento de riscos & crises, com MBA em Business Information Security e Cyber Security, Processos Gerenciais e Administração de Empresas, com atuação em empresas nacionais e multinacionais nos segmento varejistas, financeiros, tecnologia, seguros e saúde.

Atualmente, além de compor o C-level da Hrtech 99jobs no cargo de CPIO -chief process and innovation officer, é professora de Novos Negócios com Propósitos na FIAP, integrante da 6º turma do Programa de Diversidade em Conselho do IBGC, associada WCD (Women Corporate Directors), Alumni do Grupo Conselheiras 101, 1º grupo de formação de executivas negras para posições de conselho, integrante do Comitê de Integridade e Ética da Secretaria de transporte de MG, além de atuação em grupos de trabalho com foco em diversidade de gênero e racial.

Lisiane Lemos

Especialista em tecnologia por escolha, sua paixão pelo universo digital surgiu da sua experiência como executiva em uma das multinacionais mais importantes do mundo. A partir disso, passou a se engajar em movimentos de inclusão de populações sub representadas em espaços empresariais, tornando-se porta-voz no ramo.

Seu principal desafio como figura de liderança é implementar o uso da tecnologia como instrumento de ascensão social dentro do mundo corporativo. Para isso, co-criou e co-liderou iniciativas como a Rede de Profissionais Negros, o Comitê de Igualdade Racial no grupo Mulheres do Brasil, e o Conselheira 101. Também atua como mentora no programa de startups do Google, Black Funders Fund, e é professora no MBA de Tecnologia para Negócios da PUCRS.

Egnalda Côrtes

Considerada uma das pessoas mais influentes do mercado digital pelo Youpix e uma das mulheres mais inspiradoras de 2017 pelo Think Olga, Eganlda Côrtes é a fundadora e CEO da Cortes Assessoria - a primeira agência de influenciadores negros da América Latina.

A partir da Côrtes, tem como missão potencializar profissionais que por séculos foram invisibilizados, a fim de promover seu protagonismo no mercado e criar mais diálogos, reflexões e ações efetivas na sociedade através da comunicação. Sua criação em 2016 se deu quase que de forma involuntária quando seu filho entrou no universo dos creators.

Foi a partir do agenciamento do seu canal, construção da estratégia comercial e capitalização que enxergou uma oportunidade de negócio e passou a potencializar outros criadores de conteúdo e promover parcerias entre marcas - o que a levou a ser uma das 15 mentoras de aceleração de negócios de canais da Google no Brasil no mesmo ano.

Felipe Guerra

Ex- Head de Comercial & Projetos da Trace Brasil, Felippe Guerra é formado em Publicidade pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e bacharel em Administração pela ASA College (USA), com especialização em Estratégia, Comunicação e Branding, pela Miami Ad School (USA), é cofundador da RangoTV e da Snacklicious Foods e professor na Miami Ad School, com passagens pelas áreas de marketing de multinacionais como Asics, Adidas, Puma Group e ex-Head de Marketing da Lab Fantasma. Além de ter atuado como conselheiro do Publicitários Negros.

PretaHub

A PretaHub é um Hub de criatividade, inventividade e tendências pretas. É o resultado de vinte e um anos de atividades do Instituto Feira Preta no trabalho de mapeamento, capacitação técnica e criativa, aceleradora e incubadora do empreendedorismo negro no Brasil.

O Hub pensa a relação com a cultura, a economia e o empreendedorismo pretos, a partir de um olhar honesto e propositivo, entendendo seus papéis fundamentais na mudança estrutural de uma sociedade – e um mercado – que precisa absorver esta população não apenas em seus processos de consumo, mas no respeito à sua existência enquanto potência criativa e empreendedora.

Feira Preta

Criada pela empreendedora Adriana Barbosa, a Feira Preta é o maior espelho vivo das tendências afro-contemporâneas do mercado e das artes da América Latina, além de ser o espaço ideal para valorizar iniciativas afro-empreendedoras de diversos segmentos.

Ebony English School

Criada em 2008, a Ebony English idiomas nasceu num momento de expansão socioeconômica da população afro-brasileira bem como do Brasil num contexto macro, onde os temas sociais tinham uma dinâmica global, introduzindo desafios e oportunidades. Neste sentido, o papel da Ebony é promover o empowerment, mesclando diversidade e tecnologia a partir do ensino da língua inglesa, levando em conta a história e a cultura afro diaspórica.

SILVA

Criada há 7 anos, a SILVA é uma agência criativa fundada por Clariza Rosa, Helena Gusmão, Renan Kvacek e Alan Ferreiras, com o propósito de buscar novas formas de representar o Brasil real. Criando campanhas com narrativas plurais e processos inclusivos, a agência possui um olhar sensível sobre a representação da realidade brasileira, considerando especialmente os recortes de raça e classe. E rompe estruturas sociais gerando oportunidade para diferentes grupos sub-representados como profissionais periféricos, comunidades emergentes e LGBTQIAP+.

Maria Produtora

Lançada em 2010 e reconhecida como uma das melhores produtoras com foco em diversidade, equidade racial e de gênero, a Maria Produtora, tem a proposta de intensificar a presença de negros no mercado audiovisual na produção, execução de conteúdos para mídias digitais, cinema, televisão, redes sociais, propagandas, branded content e conteúdos para plataformas de educação. Tendo fechado parceria com as principais empresas do país: Intel, Claro, Braskem, Logitech, Nissan, Gerdau, Mover, Ambev, Suzano, Itaú, dentre outras.

Conta Black

Fundada em novembro de 2017, por Sérgio All, a Conta Black - hub de serviços financeiros e de consumo, alocado em uma conta digital - nasceu com o propósito de atender desbancarizados que não têm acesso a serviços bancários. Destinada a pessoas de todas as classes, a fintech oferece um leque de serviços com foco na educação financeira de seus usuários. O negócio teve início com investimento próprio, tendo recebido investimento-anjo recentemente.

NoFront - Empoderamento Financeiro

Fundada em 2018, a NoFront - Empoderamento Financeiro - é uma edutech de multitecnologias, com olhar interseccional sobre questões raciais, de gênero e classe. Já formou mais de 6 mil alunos pelo país, sendo uma parte deles por meio de bolsas 100% gratuitas. O modelo de negócio é fundamentado na democratização da educação financeira para a população negra e periférica. A empresa também oferece soluções 360 para as empresas, para atender as principais carências nos aspectos da diversidade e inclusão.

Creators LLC

Fundada em 2018, a Creators LLC é uma plataforma que, por meio de algoritmos inteligentes e curadoria especializada, realiza o match perfeito entre creators e marcas. A plataforma tem uma base com mais de dois mil criadores de conteúdo e, de acordo com a demanda, identifica um creator para ações de influência e campanhas.

A diversidade também é um grande foco – no próprio formulário de briefing o cliente encontra opções para deixar seu squad diverso, com tags de perfil de creators como: pessoas pretas, mulheres, PCDs, indígenas, asiáticas, não-binárias, entre outras.