Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.259,77
    -157,04 (-0,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

No Dança dos Famosos, Lore Improta diz que vai ensaiar com Léo Santana

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·5 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Lore Improta, 28, está de volta ao Domingão (Globo). Ex-Balé do Faustão, a baiana retorna para um novo desafio no programa, agora sob o comando de Luciano Huck. Ela será uma das professoras do Dança dos Famosos 2022, quadro de que participa pela primeira vez (exceto quando foi jurada técnica na edição de 2019).

"Está incrível demais [voltar ao programa]", conta a bailarina em entrevista ao F5, da Folha de S.Paulo. "Tenho certeza de que vai ser uma experiência que vai me enriquecer de várias maneiras e me proporcionar momentos incríveis. Eu estou muito feliz com o convite."

Apesar de estar todos os domingos na televisão entre os anos de 2015 e 2017, Lore foi mesmo alçada à fama pela internet. Primeiro, fez sucesso como uma das bailarinas do canal FitDance, cujas coreografias são reproduzidas em academias de todo o país. Mas acabou ficando grande demais para o projeto.

Foi aí que ela criou sua própria empresa, com produtos, shows e canais no YouTube voltados para os públicos adulto e infantil. Além disso, ela soma quase de 13 milhões de seguidores nas redes sociais, com os quais gosta de dividir tanto coreografias quanto as novidades do casamento com o cantor Léo Santana, 33.

O marido, aliás, deve entrar na dança nessa nova fase de Lore. Não que ele vá ser um dos participantes do quadro, mas a professora garante que vai testar os passos com ele em casa antes de passar para o aluno. "Eu e o Léo temos o costume de dançar separados, mas eu vou usá-lo para poder pensar nos passos, com certeza", garante ela.

Em setembro do ano passado, os dois se tornaram pais pela primeira vez, com o nascimento da menina Liz. A mãe diz que o retorno ao trabalho tem sido desafiador, ainda mais com ela morando em Salvador e o programa sendo gravado no Rio de Janeiro.

"Estou retornando ao trabalho já em outra cidade, longe dela", conta. "Eu fiquei poucos dias longe, vi que não ia conseguir, e já a trouxe para o Rio de Janeiro para que ela esteja comigo durante o período em que eu estiver gravando o Domingão. Isso já vai facilitar a questão da saudade para mim."

Lore diz, no entanto, que poder voltar a se movimentar foi importante para ela. "A dança ajuda em tudo na minha vida, e no puerpério não foi diferente", afirma. "Fiquei bem melancólica, bem triste no meu pós-parto e, quando eu comecei a dançar, virou uma chavinha na minha cabeça."

"Tudo melhorou, tudo fluiu, meu emocional melhorou muito", garante. "A dança realmente faz parte da minha vida e eu não abro mão de jeito nenhum."

PROFESSORA FAMOSA

Com todo esse reconhecimento, não é de se estranhar que o nome de Lore tenha se destacado no anúncio dos professores que ensinariam as coreografias para os famosos que competirão este ano no quadro. Questionada se isso pode ser uma vantagem para seu partner, ela desconversa.

"Eu não sei se é vantagem", diz. "Não estou pensando muito nisso, penso realmente em fazer um grande espetáculo para as pessoas que estão assistindo, e aprender e poder ensinar muita coisa também."

A baiana insiste no quesito "aprender" porque está mais acostumada a dançar sozinha do que acompanhada. "Esse, para mim, é o processo mais difícil", afirma. "Porque eu estou acostumada a fazer coreografias para as pessoas que me acompanham na internet, então eu danço sozinha, danço com amigos dançarinos, e é cada um no seu espaço, a gente não dança a dois."

"Acho que é um processo mais difícil, porque você tem que pensar no seu passo, no passo do próximo, se vai encaixar o movimento, se vai dar fluidez... é uma outra maneira de coreografar", avalia. "Esse vai ser um desafio bem grande para mim, mas, se Deus quiser, também vai trazer muita experiência para a minha vida profissional."

Com relação ao parceiro —o sambista Xande de Pilares—, ela diz que eles ainda estão se conhecendo. "Primeiro eu tenho que saber se o meu parceiro tem ritmo", comenta. "Ele tendo, já ajuda meio caminho, vai ser incrível. Mas também o pique, saber se a pessoa tem fôlego para aguentar. Esses são os maiores desafios nesta fase."

A professora também vira aluna em algumas situações, e não teme procurar novos conhecimentos sempre que precisa. Atualmente, por exemplo, está se preparando para desfilar como musa da Viradouro no Desfile das Escolas de Samba do Rio.

"Estou fazendo aula de samba para poder fazer bonito na avenida, e estou muitíssimo feliz", conta. "O Carnaval é um momento muito especial para mim, eu amo participar, ainda mais com a Unidos do Viradouro, que é a escola que me abraça demais, faz muitos anos. E, para não fazer feio na avenida, a gente tem que ensaiar, sim."

A bailarina também faz uma avaliação de como a dança vem marcando presença nas redes sociais, mote inclusive da campanha do Dança dos Famosos deste ano, que mostrava várias pessoas fazendo algumas das dancinhas da moda. "Eu acho que a dança sempre se reinventa nos meios de comunicação", comenta.

"Teve o estouro da dança primeiro no YouTube, agora é no TikTok... Acho que não é que seja passageiro, mas que o legado fica", analisa. "Os passos vão ficar marcados e continuar sendo usados mais para a frente, mas depois surgem outros passos, outra rede social, e assim a gente vai crescendo e incrementando cada vez mais a arte da dança."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos