Mercado abrirá em 8 h 8 min
  • BOVESPA

    111.923,93
    +997,93 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,23 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,88
    +0,90 (+1,13%)
     
  • OURO

    1.821,20
    +11,60 (+0,64%)
     
  • BTC-USD

    17.214,80
    +244,87 (+1,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    407,99
    +6,57 (+1,64%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,88 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    19.325,34
    +649,99 (+3,48%)
     
  • NIKKEI

    27.755,75
    -22,15 (-0,08%)
     
  • NASDAQ

    11.997,25
    -13,00 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5216
    +0,0276 (+0,50%)
     

No Brasil, 51% do público gamer é mulher, diz GM da Riot Games

Diego Martinez, general manager da Riot Games no Brasil, conversou com o Yahoo! sobre como a empresa incentiva a participação de mulheres no mundo dos games. "Em Valorant, temos a iniciativa 'Game Changers', onde a gente faz o fomento ao cenário competitivo feminino. E recentemente divulgamos o cenário competitivo de 'League of Legends', que é o Ignis", explica. Ele destaca ainda a parceria com a cantora Daniela Mercury e fala sobre a Raze, personagem feminina do jogo Valorant. "Nós temos uma personagem feminina, que é a Raze, uma mulher forte, baiana, empoderada".

O executivo também comenta sobre o sucesso de "Arcane", série baseada no League of Legends lançada em parceria com a Netflix e com a Fortiche, e que venceu o Emmy 2022 de melhor animação - se tornando a primeira série de streaming a ganhar o prêmio.

Público gamer feminino é estratégico para as empresas no Brasil
Público gamer feminino é estratégico para as empresas no Brasil

'Indústria de games bate as de música e cinema juntas', diz GM

Diego Martinez, general manager da Riot Games no Brasil, atua desde 2016 na empresa e é responsável pelos resultados e sustentabilidade de iniciativas para a publicação de jogos no país. O executivo destaca a importância do segmento em território nacional. "O Brasil é o principal mercado gamer na América Latina e o 12o no mundo. Se você usar a abertura de segmentos como esportes e entretenimento como um todo, a indústria de games supera a de música e a de cinema juntas em três, quatro vezes", afirma.