Mercado abrirá em 2 h 5 min
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,09
    +0,32 (+0,61%)
     
  • OURO

    1.851,80
    -3,40 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    31.533,82
    -834,46 (-2,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    636,76
    -10,56 (-1,63%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.685,29
    +46,44 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.436,50
    -39,00 (-0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6920
    +0,0558 (+0,84%)
     

Nintendo, Sony e Microsoft lançam compromisso conjunto contra violência online

Wagner Wakka
·2 minuto de leitura

A Nintendo, Sony e Microsoft lançaram juntas um novo posicionamento em combate a assédio e comportamentos violentos nos games online. As três companhias publicaram em seus sites oficiais um mesmo texto, com três frentes de ação para oferecer um ambiente mais seguro para jogadores.

A publicação compartilhada pelo trio é intitulada “nosso compromisso compartilhado para uma jogatina mais segura” (da livre tradução de Our Shared Commitment to Safer Gaming). “Acreditamos que ódio e assédio, ou exploração de jogadores mais jovens em todos os casos, não têm espaço nos games”, crava o grupo. A mensagem discorre sobre problemas de comportamento violento em jogos online, e se baseia em três vertentes básicas: prevenção, parceiras e responsabilização.

Para prevenção, as empresas se comprometem a oferecer mais mecanismos de controle para a experiência gamer, principalmente para que pais possam ter mais controle de acesso sobre o que seus filhos estão jogando. “Entendemos que, para uma ferramenta de segurança ser útil, ela precisa ser fácil de usar”, aponta o texto. Com isso, as companhias prometem investir em tecnologias que deem acesso à prevenção de violência.

O segundo ponto diz respeito a parcerias, isto é, o comprometimento entre vários setores da indústria para garantir a segurança dos jogadores. “Trabalhamos com organizações, membros, reguladores, leis e especialistas da indústria para desenvolver e melhorar iniciativas de segurança online”, descreve a publicação.

Por fim, o documento também aponta mecanismos de melhor responsabilização nos casos de assédio em games. O texto prevê mecanismos para facilitar denúncias de violações. “Isso inclui restringir jogadores de usar nossos serviços para má condutas”, explica o texto.

A publicação ainda é bastante subjetiva, mas mostra o reconhecimento das três gigantes de que há um problema relacionado à má conduta de jogadores e a discursos de ódio, além de casos de assédio no entretenimento online. “Embora a indústria tenha um longo histórico em tomar atitudes para proteger jogadores, especialmente as crianças, nós reconhecemos que uma companhia ou setor não vai resolver estes problemas sozinhos”, concluem.

O manifesto está disponível nos sites da Nintendo, Sony e Microsoft, com pequenas mudanças em cada postagem.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: