Mercado abrirá em 9 h 53 min
  • BOVESPA

    108.789,33
    +556,59 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,03
    +900,05 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,52
    +1,12 (+1,00%)
     
  • OURO

    1.809,40
    -9,50 (-0,52%)
     
  • BTC-USD

    30.175,01
    +153,07 (+0,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    678,85
    +436,18 (+179,73%)
     
  • S&P500

    4.088,85
    +80,84 (+2,02%)
     
  • DOW JONES

    32.654,59
    +431,17 (+1,34%)
     
  • FTSE

    7.518,35
    +53,55 (+0,72%)
     
  • HANG SENG

    20.474,43
    -128,09 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.851,15
    +191,40 (+0,72%)
     
  • NASDAQ

    12.538,00
    -22,25 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2046
    -0,0058 (-0,11%)
     

Nintendo derruba jogo de tiro de Pokémon feito por fã

·2 min de leitura

Recentemente, o Canaltech noticiou que um fã estava criando um jogo de Pokémonde tiro em primeira pessoa (FPS). Dias depois, a Nintendo removeu todos os vídeos relacionados ao jogo na internet, incluindo Twitter, Reddit e YouTube.

O projeto estava sendo desenvolvido há um mês por um youtuber apelidado de Dragon. Ele havia postado um vídeo no YouTube mostrando os bastidores do processo; ao abrir esse link, aparece a seguinte mensagem:

“Este vídeo não está mais disponível devido a uma reivindicação de direitos autorais do The Pokémon Company International, Inc. (TPCi)”.

Deu ruim: a Nintendo derrubou vídeos do "Pokémon de tiro" feito por fã (Foto: Reprodução/Dragon/YouTube)
Deu ruim: a Nintendo derrubou vídeos do "Pokémon de tiro" feito por fã (Foto: Reprodução/Dragon/YouTube)

Dragon não se pronunciou sobre o fato. No entanto, ele já havia afirmado que não disponibilizaria o jogo para download na internet por medo de represálias da Nintendo.

“Cara, isso é incrível! Existe um link para download em algum lugar para testar e jogar?”

“Infelizmente, no segundo em que eu lançar, o Hitman da Nintendo vai me pegar, então…”

No jogo, que estava sendo produzido no motor gráfico Unreal Engine, era possível caçar Pokémon com armas de fogo em vez de pokébolas. O projeto incluía um arsenal de armas e várias espécies de Pokémon, além de batalhas contra chefões, como Zapdos, Articuno e Mewtwo — os personagens até sangravam quando você acertava um tiro.

Já não é surpresa para ninguém a Nintendo derrubar projetos criados por fãs (sejam eles de tiro ou não). A empresa fecha o cerco contra qualquer pessoa que utilize suas franquias para emulação, criação de jogos e mods (modificações que melhoram ou alteram características em um jogo) ou conteúdo para a internet.

O próximo lançamento da franquia Pokémon será Pokémon Legends: Arceus, que chega em 28 de janeiro de 2022 para o Nintendo Switch.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos