Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,10 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,43 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    59.746,60
    +482,65 (+0,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,35 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,00 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,30 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,06 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    -18,50 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7606
    +0,1257 (+1,89%)
     

NFL: Após troca de nome e escudo, Washington Football Team encerra programa de líderes de torcida

O Globo
·1 minuto de leitura

O Washington Football Team, da NFL, decidiu abolir o sistema de líderes de torcida em suas partidas, conforme anunciado nesta quinta-feira. A atração será substituída por uma equipe de dança.

A decisão vem em meio a uma série de medidas da franquia para mudar sua imagem. Anteriormente conhecida como Washington Redskins, a franquia abandonou o antigos nome e escudo, considerados racistas a povos nativos.

Segundo o jornal "New York Times", as Redskinettes, mais antiga equipe de líderes de torcida da liga — fundada em 1962 — vinha enfrentando casos de assédio na franquia, denunciados pelas dançarinas. O programa estava pausado desde fevereiro, e o contrato das dançarinas termina no fim deste mês, de acordo com a ESPN norte-americana.

A nova equipe terá por volta 36 dançarinos, entre homens e mulheres. As atuais líderes de torcida estarão liberadas para participar dos testes e audições. Outras franquias da NFL, como o Seattle Seahawks, já contam com equipes que incluem dançarinos homens.

— Será uma equipe totalmente inclusiva, diversa e super atlética. Estamos cuidado de tudo. Os dançarinos serão altamente respeitados por suas habilidades — explicou Petra Pope ao "Times". Ex-gerente do time feminino de dança do Los Angeles Lakers, da NBA, Pope foi contratada pela franquia para reformar as atrações de entretenimento em dias de jogos.