Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.337,67
    -854,35 (-1,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Neto não hesita e diz se o Flamengo foi favorecido pela arbitragem contra o Athletico: 'Esse zé ruela'

·2 min de leitura
Neto durante o programa 'Os Donos da Bola' (Foto: Reprodução/TV Band)

O pênalti marcado a favor do Flamengo contra o Athletico segue repercutindo. No apagar das luzes, Lucas Fasson acertou o rosto de Rodrigo Caio. Com o auxílio do VAR, Luiz Flavio de Oliveira marcou a penalidade convertida por Pedro, que sacramentou o empate na Arena da Baixada. No programa 'Os Donos da Bola' de hoje, o apresentador Neto comentou sobre o lance. Para o ex-jogador, não há dúvidas: 'foi pênalti'.

- Esse zé ruela, orelhudo, tinha que ir com o cotovelo e correr um risco como esse aos 51 minutos do segundo tempo? Pra que abrir essa asa? Foi pênalti e o Fasson foi muito juvenil no lance - disse o apresentador da Band.

Leia também:

O ex-goleiro Velloso, porém, discordou a marcação. O comentarista pondera que o zagueiro do Athletico 'abriu o braço para se proteger'.

- Para mim não foi pênalti. O zagueiro abriu o braço para se proteger e há um choque. Já vi lance pior que o VAR nem chamou - afirmou.

Por fim, Neto ainda brincou com o histórico de Flamengo e Corinthians com a arbitragem.

- De qualquer forma Flamengo e Corinthians não podem reclamar de arbitragem desde antes de Cristo. Eu jogava no Corinthians, chutava a perna do cara e o árbitro falava ‘é pênalti pra nois, pênalti no Neto' - concluiu Neto, no 'Os Donos da Bola'.

Um duelo "quente", truncado, marcado por bolas paradas efetivas e um balde de água fria para dez mil atleticanos. Assim foi o empate entre Athletico-PR e Flamengo, em 2 a 2, pela ida das semifinais da Copa do Brasil, na Arena da Baixada. Thiago Maia e Pedro, de pênalti e no minuto final, depois de consulta ao VAR e revolta local, marcaram para os visitantes. Já Pedro Henrique e Renato Kayzer anotaram para os mandantes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos