Mercado abrirá em 2 h 34 min
  • BOVESPA

    113.583,01
    +300,34 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.598,53
    +492,82 (+0,96%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,24
    +0,79 (+1,05%)
     
  • OURO

    1.739,00
    -13,00 (-0,74%)
     
  • BTC-USD

    41.926,41
    -1.948,62 (-4,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.040,48
    -61,04 (-5,54%)
     
  • S&P500

    4.443,11
    -12,37 (-0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.869,37
    +71,37 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.021,28
    -42,12 (-0,60%)
     
  • HANG SENG

    24.500,39
    +291,61 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.183,96
    -56,10 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.927,25
    -267,50 (-1,76%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2853
    -0,0215 (-0,34%)
     

Netflix vai exigir que atores e equipe de produção se vacinem contra COVID-19

·2 minuto de leitura

A situação da pandemia de COVID-19 segue preocupando mesmo em países em que a vacinação já está avançada. Tanto que a Netflix decidiu reforçar os protocolos sanitários e passou a exigir que todos os atores e até mesmo pessoas parte da equipe de produção sejam imunizados para evitar o aparecimento de novos casos durante as filmagens.

Com isso, a empresa se torna o primeiro estúdio a fazer exigências do tipo em Hollywood e vem na sequência de um acordo feito entre as empresas e sindicatos que concordaram com novas políticas de vacinação, que incluíam a possibilidade de que tornar a imunização obrigatória. No caso, apenas atores e funcionários que têm contato direto com o elenco — a chamada Zona A — é que terão de ser vacinados compulsoriamente. O mesmo não será exigido de quem atua nas zonas B, C e D, ou seja, aqueles que participam de outros setores de produção.

Gravações da segunda temporada de Bridgerton precisaram ser interrompidas duas vezes por casos de COVID (Imagem: Divulgação/Netflix)
Gravações da segunda temporada de Bridgerton precisaram ser interrompidas duas vezes por casos de COVID (Imagem: Divulgação/Netflix)

Além disso, os trabalhadores precisarão passar por testes com frequência para tentar identificar e isolar casos de COVID tão logo eles apareçam. Tudo isso por causa do avanço da variante Delta nos Estados Unidos e que, recentemente, fez com que Los Angeles voltasse a exigir o uso de máscaras em ambientes internos e comerciais, inclusive entre os vacinados.

Assim, decisões como a da Netflix vêm para reforçar a segurança sanitária em seus sets de filmagem, sobretudo como uma forma de impedir o aparecimento de novos casos que possam forçar uma paralisação nas filmagens, como aconteceu com várias produções ao longo deste mais de um ano e meio de pandemia — como é o caso de Bridgerton, cujas gravações foram interrompidas duas vezes por causa de casos positivos no elenco.

O curioso é que a mesma decisão entre estúdios e sindicatos que autorizou a exigência da vacinação de atores também relaxou algumas outras medidas de segurança dentro de Hollywood. Isso inclui a possibilidade de que vacinados possam circular por ambientes ao ar livre sem máscara e compartilhem o espaço interno durante as refeições — ainda que, neste caso, haja um novo protocolo de segurança reforçado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos