Mercado fechará em 5 h 21 min

Netflix quer produzir mais 50 séries e filmes originais japoneses

·2 min de leitura

A Netflix segue apostando pesado em produções internacionais e o Japão se tornou um de seus principais celeiros de produções originais. Além da adaptação em live action de Yu Yu Hakusho, de animes como Ultraman e de novas temporadas de séries como Alice in Borderland, a empresa prometeu trazer dezenas de novos conteúdos para a sua biblioteca, principalmente em termos de filmes originais.

Em entrevista ao site The Hollywood Reporter, o vice-presidente de conteúdo da companhia no Japão, Kaata Sakamoto, contou que a próxima grande aposta da plataforma é expandir o catálogo de produções cinematográficas e que a ideia é trazer nada menos do que 50 filmes ao catálogo. E alguns deles já foram apresentados, como Love Like the Falling Petals e Once Upon a Crime, ambos baseados em livros bastante populares no país.

Hirokazu Kore-eda ganhou projeção internacional ao ser indicado ao Oscar por Assunto de Família (Imagem: Reprodução/Imovision)
Hirokazu Kore-eda ganhou projeção internacional ao ser indicado ao Oscar por Assunto de Família (Imagem: Reprodução/Imovision)

De acordo com Sakamoto, a ideia é dar voz e espaço para que cineastas japoneses possam mostrar ao mundo seus trabalhos, destacando que o país sempre teve uma produção cinematográfica bastante intensa e representativa, seja com animações ou filmes mais sérios. Os nomes de Hayao Miyazaki e Akira Kurosawa são os mais emblemáticos do cinema nipônico, mas não são os únicos — e é isso que a Netflix quer mostrar.

Tanto que o streaming vai viabilizar dois projetos do cineasta Hirokazu Kore-eda, considerado um dos autores mais estimado do cenário atual do país. Ele é o responsável pelo filme Assunto de Família, indicado ao Oscar de Melhor Filme Internacional em 2019 e ganhador da Palma de Ouro de Cannes.

De acordo com a Netflix, Kore-eda vai dirigir um filme e uma série original para o streaming. Não há mais detalhes sobre o teor dessas produções, mas já foi informado que ambas estão em desenvolvimento e devem chegar à plataforma entre 2022 e 2023.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos