Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.197,82
    +967,70 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.845,83
    -200,75 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,03
    +1,51 (+1,75%)
     
  • OURO

    1.725,00
    -5,50 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    20.039,18
    -314,98 (-1,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    456,09
    -2,31 (-0,50%)
     
  • S&P500

    3.783,28
    -7,65 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    30.273,87
    -42,45 (-0,14%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.628,00
    -12,75 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1356
    -0,0323 (-0,63%)
     

Netflix pode abandonar maratonas e adotar lançamentos semanais de séries

A Netflix pode finalmente abandonar o modelo de maratonas. A gigante do streaming estuda mudar sua estratégia para lançamento de novas séries e isso pode significar a chegada do bom e velho sistema de lançamento semanal — uma mudança há muito tempo pedida pelo público.

Ainda não há nada certo em relação a isso, mas o site Puck News sugere que conversas internas dentro da empresa apontam para essa possibilidade em um futuro não tão distante. E a razão seria aquela que os fãs há tanto tempo apontam: a pressão causada pela concorrência.

Atualmente, apenas a Netflix adota o modelo de maratona, trazendo todos os episódios de suas séries de uma só vez. Por um lado, é uma ótima forma de engajar o público ao longo de um fim de semana e fazer com que os números de cada estreia sejam sempre superlativos. Só que, ao mesmo tempo, esse modelo faz com que o buzz sobre cada novidade seja sempre muito breve.

Sandman foi um sucesso, mas hype não durou mais do que duas semanas — e a Netflix parece estar querendo mudar isso (imagem: Divulgação/Netflix)
Sandman foi um sucesso, mas hype não durou mais do que duas semanas — e a Netflix parece estar querendo mudar isso (imagem: Divulgação/Netflix)

Isso era algo que o público já comentava há tempos, mas que ficou ainda mais evidente ao longo dos últimos meses. Embora a quarta temporada de Stranger Things e a chegada de Sandman tenham sido consideradas sucessos, o tempo que essas produções foram discutidas nas redes sociais foi muito pequeno em comparação com o que HBO Max, Amazon Prime Video e Disney+ vêm fazendo com A Casa do Dragão, Os Anéis de Poder e séries da Marvel e Star Wars.

A razão para isso é bem simples: no caso da concorrência, o tempo que o público passa exposto ao conteúdo é muito maior. Com o lançamento semanal, cada episódio é discutido por dias e isso é algo que dá vida longa a cada estreia. Assim, enquanto Sandman foi comentado por, no máximo, duas semanas nas redes sociais, A Casa do Dragão e Mulher-Hulk: Defensora de Heróis rendem memes, comentários e teorias por meses.

Mexendo na estratégia

E isso é algo que a Netflix está de olho até mesmo para reverter seus números. Nos últimos meses, a empresa viu seu número de assinantes cair pela primeira vez e, de quebra, ela ainda foi deixada para trás na liderança do mercado de streamings pela Disney — o que realmente acendeu um sinal de alerta entre os executivos. Com isso, parece meio óbvio que algo precisa ser mudado para voltar a brigar pelo primeiro lugar.

Assim como aconteceu com Game of Thrones, A Casa do Dragão já vem engajando o público a falar da série por dias e dias (Imagem: Divulgação/HBO Max)
Assim como aconteceu com Game of Thrones, A Casa do Dragão já vem engajando o público a falar da série por dias e dias (Imagem: Divulgação/HBO Max)

Segundo o Puck News, a Netflix passou a ver a mudança do modelo de maratona para o semanal como algo necessário para voltar a se tornar competitivo — uma alteração que viria em paralelo com outras novidades, como o sistema de assinatura com anúncios, por exemplo.

Aliás, há até quem veja a política da empresa de dividir uma única temporada em duas partes, como aconteceu com Stranger Things, um primeiro passo nessa atualização da estratégia — tanto que ela deve se tornar mais recorrente. A quarta temporada de Manifest também deve ser lançada em duas partes.

Contudo, em relação aos episódios semanais aos moldes do que a concorrência vem fazendo, não há nada concreto até o momento. Atualmente, apenas algumas séries seguem esse formato, sobretudo aquelas que têm transmissão simultânea com a TV em algum lugar do mundo, como acontecia com Better Call Saul e alguns doramas coreanos.

Mas, quando o assunto são originais Netflix, talvez tenhamos que esperar mais um pouco. Só que é sempre bom lembrar que o simples fato de essa possibilidade já estar sendo cogitada mostra o quanto o sucesso da concorrência fez a Netflix sentir o baque.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: