Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    60.696,80
    -357,08 (-0,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Netflix está tentando entrar no negócio de games

·2 minuto de leitura
Netflix está tentando entrar no negócio de games
Netflix está tentando entrar no negócio de games
Netflix está tentando entrar no negócio de games

A Netflix está disposta a entrar de vez no mundo dos games, indo além de só oferecer versões animadas ou adaptações em séries de nomes como Resident Evil, The Witcher e Castlevania. O serviço de streaming poderá lançar em breve um pacote de jogos para download, ao formato Apple Arcade, segundo fontes.

As informações chegam reforçadas nesse sentido, desde um relatório do The Information ao final da semana passada, reverberado pela Reuters e passando por confirmações publicadas pelo site Axios. A Netflix já estaria, inclusive, buscando contratar um executivo para supervisionar seus novos esforços no mercado de games, como cloud gaming, apesar de tudo ainda estar em nível de planejamento.

Leia também:

Netflix não descarta oferecer jogos que rodem na TV do assinante

De acordo com o que tem sido observado, a plataforma, que possui mais de 200 milhões de assinantes, chegaria forte na oferta de jogos, oferecendo títulos tanto de propriedade intelectual licenciada Netflix como trabalhos originais encomendados a estúdios independentes. Uma fonte familiarizada com os planos da empresa alegou que o movimento pode ser visto como “um Apple Arcade menor”, em referência à oferta Apple de jogos móveis de alta qualidade. A empresa também não descarta outras abordagens, incluindo um esforço mais complexo de fazer jogos internamente ou fazer os jogos rodarem em smart TVs.

A Netflix, segundo um porta-voz, afirma estar “animada para fazer mais com o entretenimento interativo”. Nesse contexto, são citados conteúdos como o episódio Bandersnatch, da série Black Mirror, lançado pela Netflix em 2018 e que funciona como uma espécie de game, onde o telespectador decide os passos da personagem principal. Também são lembrados os jogos criados a partir de programas como La Casa de Papel, Stranger Things e To All the Boys. Outro ponto estaria no sentido de não haver anúncios aparecendo para seus assinantes pagantes.

As expectativas são de que esse serviço voltado para jogos seja lançado em 2022. Após o boom de assinantes de 2020, a empresa enfrenta uma previsão de crescimento muito mais lento em 2021. Iniciar um movimento no mercado de games pode ser uma opção para a Netflix melhorar tais condições.

Via The Verge e Android Authority

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos