Mercado fechado
  • BOVESPA

    127.467,88
    -938,62 (-0,73%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.274,85
    +838,97 (+1,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,54
    -0,11 (-0,15%)
     
  • OURO

    1.830,40
    +1,40 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    31.608,68
    -1.326,06 (-4,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    764,82
    -21,61 (-2,75%)
     
  • S&P500

    4.360,03
    -14,27 (-0,33%)
     
  • DOW JONES

    34.987,02
    +53,79 (+0,15%)
     
  • FTSE

    7.012,02
    -79,17 (-1,12%)
     
  • HANG SENG

    27.996,27
    +208,77 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    28.085,84
    -193,25 (-0,68%)
     
  • NASDAQ

    14.760,25
    -27,25 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0393
    +0,0026 (+0,04%)
     

Netflix deve oferecer videogames em sua plataforma, diz agência

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Netflix planeja oferecer videogames em sua plataforma de streaming de vídeos até 2022, informou a Bloomberg. Os jogos devem aparecer junto a séries e filmes, assim como foi a inserção documentários e especiais de stand-up.

Este seria o primeiro passo da companhia americana fora do universo de TV e cinema. Para isso, a Netflix contratou Mike Verdu, ex-executivo da desenvolvedora de games Electronic Arts e do Facebook, para chefiar o departamento de desenvolvimento de jogos, ainda segundo a Bloomberg.

De acordo com a agência, a empresa não planeja cobrar uma tarifa adicional pelos games.

A Netflix tem buscado novas maneiras de aumentar a sua base de clientes, cujo crescimento ficou abaixo do esperado no primeiro trimestre, adicionando diversos tipos de conteúdos em sua plataforma e apostando em produções originais.

A concorrência no streaming tem se intensificado nos últimos anos, com o surgimento do Disney+ e do HBO Max.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos