Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.373,59
    +1.683,33 (+4,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Netflix anuncia segunda HQ em parceria com criador de Legado de Júpiter

·2 minuto de leitura

A Netflix anunciou nesta terça-feira (13) a próxima HQ de Mark Millar, autor responsável pelos quadrinhos que originaram a série O Destino de Júpiter e os filmes Kickass: Quebrando Tudo e Kingsman: Serviço Secreto. Trata-se de King of Spies, um novo gibi em formato de graphic novel que marca o retorno do artista ao mundo da espionagem e que é o segundo fruto original da sua parceria com o serviço de streaming.

E é justamente essa parceria, anunciada em 2017, que deu à Netflix os direitos das obras de Millar e permitiu que ela anunciasse sua segunda HQ - a primeira foi The Magic Order, lançada justamente naquela época. E, por mais que estejamos falando de um gibi neste primeiro momento, a ideia é que a história seja adaptada para um filme ou série no futuro.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

De acordo com a sinopse oficial, King of Spies vai explorar o mundo da espionagem a partir de uma perspectiva diferente. Ao invés de trazer um jovem espião — como o próprio Millar fez em Kingsman — ou do agente secreto clássico ao estilo 007, a nova trama vai focar em Sir Roland King, que já foi considerado o maior agente secreto do serviço britânico e que agora precisa encarar sua própria mortalidade após ser diagnosticado com um tumor cerebral. Assim, ao saber que possui apenas alguns poucos meses de vida, ele volta à vida de espião e vai atrás de alvos que nunca conseguiu capturar enquanto estava na ativa.

Em entrevista ao Deadline, Millar disse que está bem empolgado com o projeto, principalmente após a boa repercussão de suas histórias anteriores de espionagem. “Eu adoro histórias sobre um velho pistoleiro que volta à atividade para um último trabalho e essa será a maior delas”, disse. “Ela é incrivelmente violenta e emocional, mas muito divertida também”.

Ainda não há uma previsão de quando King of Spies será publicada lá fora e nem mesmo os artistas que vão trabalhar na revista. De acordo com a Netflix, a escolha do desenhista será feita entre as “grandes estrelas” do mundo dos quadrinhos com base nos conceitos criados pela própria equipe da empresa. Não há informações de quando a adaptação será produzida.

Já no campo do audiovisual, o primeiro produto fruto da parceria entre Netflix e Mark Millar não deu tão certo quanto todos esperavam. Apesar de todo o barulho criado em torno, O Legado de Júpiter teve uma recepção bastante morna e foi cancelada com apenas uma única temporada.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos