Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.496,21
    -2.316,66 (-2,04%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.463,26
    -266,54 (-0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,91
    -0,59 (-0,65%)
     
  • OURO

    1.760,30
    -10,90 (-0,62%)
     
  • BTC-USD

    20.955,65
    -2.354,70 (-10,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    504,88
    -36,72 (-6,78%)
     
  • S&P500

    4.228,48
    -55,26 (-1,29%)
     
  • DOW JONES

    33.706,74
    -292,30 (-0,86%)
     
  • FTSE

    7.550,37
    +8,52 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,81 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.250,00
    -273,25 (-2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1885
    -0,0253 (-0,49%)
     

Netflix, Amazon e Disney+ oferecendo assinaturas gratuitas? É golpe!

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Um novo cibergolpe se passa por marcas como Netflix, Amazon Prime Video e Disney+ para criar perfis falsos em redes sociais e oferecer assinaturas gratuitas nas plataformas de streaming. Os golpes foram identificados pelo dfndr lab, laboratório de cibersegurança da PSafe. A intenção é convencer a vítima a entregar seus dados pessoais aos criminosos.

De acordo com a análise do laboratório, uma rede de perfis falsos, com quase 500 contas criadas no Twitter, Facebook, TikTok e Instagram, conta com mais de 654 mil seguidores e 2,5 milhões de curtidas. Os cibercriminosos oferecem as "assinaturas gratuitas" por meio de cadastro em um site falso, criado para obter informações pessoais como nome, CPF, endereço e número de telefone. De posse deles, podem espalhar malwares, softwares criados para causar danos à vítima.

Além das páginas nas redes sociais, o golpe circula via SMS, e-mail ou apps de mensagem. “As informações fornecidas pela vítima nesse falso cadastro serão utilizadas posteriormente para aplicar novos golpes”, explica Emilio Simoni, executivo-chefe de segurança da PSafe.

Golpistas criam perfis falsos da Disney+, Netflix e afins para roubar dados, com a isca de assinaturas gratuitas falsas (Imagem: Caio Carvalho/Canaltech)
Golpistas criam perfis falsos da Disney+, Netflix e afins para roubar dados, com a isca de assinaturas gratuitas falsas (Imagem: Caio Carvalho/Canaltech)

Alguns desses possíveis novos golpes são o furto de perfis nas redes sociais, clonagem de cartões de crédito e até empréstimos em bancos passando-se pela vítima.

Como se proteger do golpe da Netfilx?

Acesse os sites e redes sociais oficiais das plataformas de streaming para conferir se a promoção é verdadeira antes de clicar em links, compartilhar dados ou efetuar pagamentos. Nas redes sociais, normalmente os perfis oficiais trazem um selo azul ao lado do nome, o que comprova que é uma conta verificada.

Fora isso, desconfie de toda e qualquer promoção que ofereça qualquer vantagem acima da média nem a compartilhem para outras pessoas, que podem cair no golpe.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos