Mercado fechado

Nestlé é multada em R$ 10 milhões por confusão em rótulo

Marcus Couto
·2 minuto de leitura
Nestlé: multada pelo Procon em R$ 10 milhões por problema no rótulo. (Foto: AP Photo/Rogelio V. Solis)
Nestlé: multada pelo Procon em R$ 10 milhões por problema no rótulo. (Foto: AP Photo/Rogelio V. Solis)

A gigante dos alimentos Nestlé foi multada pelo Procon-SP por uma suposta confusão no rótulo de um de seus produtos, o cereal Crunch. A multa foi no valor de R$ 10 milhões, a máxima prevista pelo Código de Defesa do Consumidor brasileiro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Segundo o Procon, o problema no rótulo é que ele não respeita uma norma da Anvisa de organizar a lista de ingredientes na ordem decrescente, a partir da proporção de presença deles na receita do produto.

Leia também:

Nesses casos, a multa aplicada pelo Procon se baseia no porte da empresa, na gravidade da infração, e na vantagem obtida sobre o consumidor. As informações são do portal UOL.

A Nestlé se defende, e explica que há uma razão para o rótulo estar da forma atual: o conjunto de cereais integrais informados no rótulo seria o ingrediente principal, e está organizado dessa maneira a partir de entendimento junto a consumidores que essa seria a maneira mais prática de organização.

O Procon afirma que a Nestlé tem direito de apresentar sua defesa e recorrer da aplicação da multa.

Confira a nota completa da Nestlé, obtida pelo UOL:

A Nestlé destaca que atende rigorosamente a todos os requisitos legais, incluindo os referentes à rotulagem, e reconhece a importância do rótulo para a clareza de informações e educação do consumidor. A empresa esclarece que a embalagem de Crunch Cereal traz a informação relativa ao total de cereais integrais que o compõem. Esses cereais integrais, juntos, são o principal ingrediente do produto. Dessa forma, comunica o total de cereais integrais presentes no produto, atendendo um desejo do próprio consumidor de acessar essa informação de forma fácil e clara.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube