Mercado fechado

Nestlé planeja ajudar a distribuir vacinas contra Covid-19

Corinne Gretler
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Nestlé, maior empresa de alimentos do mundo, planeja ajudar a distribuir vacinas contra a Covid-19 às comunidades, especialmente nos países em desenvolvimento, assim que houver maior disponibilidade de imunizantes.

A fabricante do chocolate KitKat e do café Nespresso pode ajudar no financiamento ou na logística da distribuição, disse o CEO da Nestlé, Mark Schneider.

“O problema agora é expandir”, disse Schneider em fórum de empresas organizado pelo jornal suíço Le Temps na terça-feira. “Somos muito abertos: tentaremos encontrar maneiras de patrocinar o pagamento de vacinas ou a forma como são aplicadas nas comunidades onde estamos presentes.”

A Nestlé está bem posicionada para ajudar, pois a gigante de bens de consumo vende seus produtos em 187 países. Farmacêuticas buscam acelerar a produção de vacinas à medida que governos pressionam por mais capacidade para aliviar a crise. A Bayer fechou um acordo para produzir a vacina experimental da CureVac, enquanto Sanofi e Novartis colocaram suas capacidades de fabricação à disposição para expandir a produção da vacina da Pfizer e BioNTech.

Mais de 100 milhões de doses foram administradas ao redor do mundo, de acordo com dados mais recentes monitorados pela Bloomberg. Mas países enfrentam acesso desigual às vacinas e níveis diversos de eficiência nas campanhas de vacinação. A maioria dos países ainda não iniciou as imunizações.

A Nestlé fez parceria com a Federação Internacional da Cruz Vermelha no início da pandemia para doar dinheiro, alimentos, água engarrafada e produtos de nutrição médica para a maioria dos países afetados.

Detalhes de como a Nestlé contribuirá na distribuição global de vacinas ainda precisam ser elaborados, disse Schneider.

“Muito disso ainda está em processo, pois o ingrediente mais importante não está lá, que é a própria vacina”, disse Schneider.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.