Mercado fechado

Neoenergia terá até março de 2021 para fazer oferta por fatia da Previ em ativos

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica Neoenergia informou que seus sócios assinaram um novo acordo de acionistas, pelo qual é ampliado o prazo para que a companhia apresente uma oferta para a compra de participações minoritárias da Previ em algumas de suas controladas, segundo comunicado da empresa nesta quarta-feira.

A Previ, fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, tem 30,29% da Neoenergia, que é controlada pelo grupo espanhol Iberdrola, com 51%.

O acordo de acionistas anterior previa que a Iberdrola teria um ano após a oferta pública inicial (IPO) da Neoenergia para fazer com que a companhia enviasse à Previ uma oferta firme pelas fatias minoritárias.

Esse prazo agora fica estendido até 20 de março de 2021, segundo o novo acordo, disponibilizado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A Neoenergia disse em nota que o compromisso previsto no acordo de acionistas refere-se a fatias de 2,29% da Previ na empresa de transmissão Afluente e na distribuidora de energia Coelba, da Bahia, além de 1,54% na distribuidora Cosern, do Rio Grande do Norte.

O IPO da Neoenergia foi realizado em 1° de julho de 2019 na bolsa paulista B3.


(Por Luciano Costa)